Moeda de Maricá é tema de mestrado na Suécia | Diário do Porto


Cidadania

Moeda de Maricá é tema de mestrado na Suécia

Pesquisa mostra que empresários da cidade apoiam projeto e acreditam que a Mumbuca contribui para desenvolvimento econômico de Maricá

1 de fevereiro de 2022

Moeda social Mumbuca é tema de mestrado na Universidade de Estocolmo (divulgação/Prefeitura de Maricá)

Compartilhe essa notícia:


Lançada há oito anos pela Prefeitura de Maricá,, a Moeda Social Mumbuca foi tema de uma dissertação de mestrado em Ciências Políticas na Universidade de Estocolmo, na Suécia.  O trabalho acadêmico foi elaborado pela pesquisadora brasileira Izabella Martins Grapengiesser e teve como base entrevistas realizadas em novembro de 2021 com empresários da cidade. O resultado mostrou que a maioria confia na política do governo municipal e reconhece que vem contribuindo para a melhoria do desenvolvimento econômico da cidade.

Os entrevistados estabeleceram seus níveis de confiança em relação às instituições públicas e como impactaram seu cotidiano. A maior parte dos empreendedores consideram as políticas de Maricá positivas para seus próprios negócios e enxergam o programa de Renda Básica de Cidadania (RBC) de Maricá como essencial para combate à pobreza. Para eles, as políticas do governo (RBC e Mumbuca) contribuíram para o desenvolvimento econômico local e devem continuar sendo realizadas.

O trabalho citou ainda a existência de um extenso projeto de pesquisa em andamento sobre as políticas implementadas em Maricá, realizado pelo Jaine Family Institute e pela Universidade Federal Fluminense

Cidade vizinha de Maricá, Niterói acaba de lançar sua própria moeda social, a Araribóia. A iniciativa foi inspirada no sucesso da Mumbuca. A pesquisadora sugere que seria interessante realizar uma análise comparativa entre economia solidária e o setor privado entre diferentes municípios da região do Rio de Janeiro. A ideia é obter uma imagem dos fatores que contribuem para a aceitação da comunidade de políticas alternativas, como acontece em Maricá.

Mumbuca movimentou R$ 2 bilhões desde 2018 em Maricá

Desde 2013, mais de 42 mil maricaenses em vulnerabilidade social são beneficiados pelo programa de Renda Básica de Cidadania (RBC), que fornece 170 Mumbucas mensais (equivalentes a R$ 170) para serem utilizadas em 12 mil estabelecimentos comerciais credenciados.

Entre o início de 2018 e setembro de 2021, R$ 2 bilhões circularam em Maricá via Mumbuca – número que comprova o impacto econômico da moeda na vida das famílias beneficiadas e na economia da cidade.


LEIA TAMBÉM:

Começam os testes no Polo Gaslub

Santos Dumont será licitado sem aeroportos mineiros

Galeão recebe A380 que não conseguiu pousar em Cumbica

 

 


/