Metrô abre estações para o Saara neste domingo | Diário do Porto


Geral

Metrô abre estações para o Saara neste domingo

Veja como vai funcionar o metrô no fim de ano e no verão. E confira as dicas do DIÁRIO DO PORTO de presentes baratos e criativos na Rua da Alfândega

21 de dezembro de 2018

MetrôRio: vagas para operadores de estação e agentes de segurança

Compartilhe essa notícia:


Metrô Rio reforça o esquema de funcionamento no verão
Esquema do metrô prevê reforço nas estações e aumento de aproximadamente 20% no número de lugares (Foto: Divulgação)

Por causa do funcionamento especial da Saara neste domingo 23, o MetrôRio deixará dois acessos abertos na estação Uruguaiana (Senhor dos Passos e Alfândega) e um na Presidente Vargas (Alfândega). Estarão abertos do início da operação, às 7h, até as 15h.

Nesses dias, o Saara ferve de consumidores que deixaram as compras para a última hora. Para eles, aliás, o DIÁRIO DO PORTO preparou uma matéria especial, cheia de dicas de presentes baratos e criativos. Encontramos todos nas lojas da Rua da Alfândega. Se quiser uma inspiração, clique aqui.

A Concessionária anunciou também que vai manter a Operação Verão no fim de semana, em função das altas temperaturas e de maior movimento para as praias. O planejamento inclui trens extras nas Linhas 1, 2 e 4, aumento de 20% no número de lugares em relação à oferta usual, redução dos intervalos entre as composições e reforço das equipes de bilheteria e segurança.

A Operação Verão funcionará até 17 de fevereiro, em fins de semana de sol e calor. Confira os horários de funcionamento:

Sábado (22/12) – 5h até a meia-noite. Transferência entre as Linhas 1 e 2 na estação Estácio.

Domingo (23/12) – 7h às 23h. Transferência entre as Linhas 1 e 2 na estação Estácio.

Bikes e pranchas podem ser barradas

Para surfistas e ciclistas, chegar à praia pode ficar um pouco mais complicado. O MetrôRio anunciou trens extras em circulação nos fins de semana de sol, mas o embarque com pranchas e bicicletas, normalmente permitido no último carro aos fins de semana, pode ser proibido se necessário.

De acordo com a concessionária, a iniciativa pode ser adotada para melhor a fluidez de pessoas dentro dos trens. Em comparação aos demais meses do ano, há um aumento da demanda de passageiros em dezembro, janeiro e fevereiro. Nos dias ensolarados, o movimento para a praia causa um fluxo muito mais intenso. As estações mais afetadas são a Cardeal Arcoverde, Siqueira Campos, General Osório e Nossa Senhora da Paz.

 


LEIA MAIS:

Saiba mais sobre o metrô do Rio no Guia Maravilha

Veja como vai funcionar o VLT no fim do ano

23 dicas de presentes a preços de Rua da Alfândega


 

Quem não gosta desse “esquema especial de verão” é Fabiana Oliveira, estudante de Psicologia. Ela aproveita os dias de folga da universidade para pegar onda. Para isso, embarca com a prancha na Pavuna, Linha 2, no último vagão do metrô. “Para quem mora longe das praias da Zona Sul e da Barra da Tijuca, a única opção de transporte acessível é o metrô. Se o acesso ao público com pranchas e bikes for proibido, a gente acaba ficando sem opções de lazer gratuito. Nem todo mundo tem a oportunidade de carregar uma prancha no carro”, reclama a estudante.

Novo cartão

Para compensar, o metrô anuncia uma facilidade no aluguel de bicicletas para pedalar na orla. Com o Giro, novo cartão de acesso aos trens que pode ser carregado pelo celular, passageiros contam com integração (paga) com o serviço de bicicletas do Itaú, o Bike Rio. O cartão foi lançado no mês passado para atender a uma antiga demanda dos clientes: a compra de crédito online. Pesquisa da concessionária em setembro revelou que 89% dos passageiros com smartphones gostariam de pagar a passagem pelo celular.

Além disso, o passageiro pode recuperar os créditos em caso de roubo. Informações como o saldo e o extrato também podem ser acessados por canais eletrônicos. A recarga online oferece descontos em lojas, academia, viagens de Uber e aluguel de bicicletas do Bike Rio. Há ainda benefícios para quem for ao Rock in Rio.


/