Maricá distribui tablets para alunos da rede municipal | Diário do Porto


Educação

Maricá distribui tablets para alunos da rede municipal

Prefeitura de Maricá está entregando 12,5 mil tablets para alunos do 4º ao 9º ano, para inclusão digital e superar defasagem da pandemia

10 de junho de 2022

Maricá quer incluir alunos no meio digital e reduzir defasagem com a pandemia (Foto: Prefeitura de Maricá / Divulgação)

Compartilhe essa notícia:


A Prefeitura de Maricá, por meio da Secretaria de Educação, iniciou a entrega de 12.500 tablets para uso de estudantes da rede municipal de ensino do 4º ao 9º ano. Alunos do bairro de Ponta Grossa começaram a receber o equipamento, que conta com chip 4G para acesso à internet. O equipamento auxiliará no desenvolvimento da cultura digital dos alunos, além de reforçar conteúdos escolares em casa a partir de vídeo aulas e atividades lúdicas.

A aquisição dos tablets faz parte dos investimentos para apoiar e fortalecer a recomposição das aprendizagens, potencializar os processos educativos e avaliações, principalmente para corrigir distorções ocasionadas pela pandemia de Covid-19.


LEIA TAMBÉM:

Firjan aponta crescimento industrial de 5,9% no Rio

FranchiseB2B chega ao Rio com negócios a partir de R$ 3 mil

Sesc RJ na Estrada apresenta ilhas paradisíacas em Itaguaí


Prefeitura de Maricá dá auxilio conectividade para professores

A entrega do tablet é feita para o aluno, porém o responsável legal precisa estar presente. Gleicy Brites, mãe de uma aluna que recebeu o tablet, acredita na melhora do aprendizado com o uso da tecnologia. “Minha filha e outros alunos melhorarão bastante o aprendizado, pois o acesso à internet auxilia. Sabemos que muitas crianças não tem acesso à internet e os tablets irão possibilitar essa inclusão”, conta a mãe.

Felipe Noujim, pai de outro aluno que faz parte do projeto, destaca que o uso destes equipamentos contribuirá para o ensino de cada aluno. “A pandemia nos mostrou que precisamos nos inteirar com informática, para possibilitar o ensino à distância e melhorar a educação, estimulando as crianças a se acostumarem também com este universo. Meu filho tem autismo e a tecnologia dá a ele um aprendizado melhor”, ressalta Noujim.

Os professores da rede não receberão os tablets, no entanto já possuem o auxílio conectividade para adquirir equipamentos tecnológicos de livre escolha. A equipe técnica da secretaria terá à sua disposição 77 desses dispositivos, diferente dos destinados aos estudantes.

 


/