Arte

MAR abre acervo para visitas online na quarentena

Museu de Arte do Rio (MAR) entre na onda de museus do mundo todo e contribui para espalhar conhecimento e lazer cultural durante quarentena anti-coronavírus

1 de abril de 2020
Abigail de Andrade, "Figura de criança", da segunda metade do século XIX

Compartilhe essa notícia:


O isolamento social é o melhor que cada um pode fazer contra a pandemia e seus efeitos dramáticos sobre o sistema de saúde. Pode ser também um tempo para ampliar reflexões, adquirir conhecimento e curtir a cultura. Em todo o mundo, instituições culturais estão abrindo o acesso a seus acervos online. O Museu de Arte do Rio – MAR entrou na onda e disponibilizou uma série de conteúdos digitais gratuitos para o público aproveitar o museu sem sair de sua residência.

Lançado nas plataformas online do MAR, o projeto #MARdeCasa traz curiosidades sobre obras do acervo, podcast, websérie, consulta online ao acervo, tour virtual pela exposição “O Rio dos Navegantes”, catálogos e publicações e novidades na programação que estão por vir.

 


LEIA TAMBÉM:

Crivella pede a Forças Armadas para trazer 806 respiradores da China

Roda gigante Rio Star não tem mais data para reabrir

Renda mínima, liberalismo e favela


 

“Queremos nos manter próximos ao nosso público. O conteúdo disponibilizado nos nossos canais digitais, além de dialogar e complementar as exposições em cartaz, traz informações e curiosidades sobre o MAR e seu acervo” conta Marcelo Campos, curador chefe do MAR.

Sobre os conteúdos

Tarsila do Amaral - Marinha com pão de açúcar - 1945
Tarsila do Amaral – Marinha com pão de açúcar – 1945

Podcast Águas de Kalunga: O primeiro podcast do MAR reúne histórias criadas por dez autores negros, inspiradas no conteúdo da exposição O Rio dos Navegantes. Participam da série nomes como Conceição, Ana Paula Lisboa, Gabe Passareli e Elisa Lucinda, que, além de escrever um episódio, também é responsável por dar voz às narrativas. Disponível nas plataformas de streaming Spotify e Deezer e no site do MAR.

Consulta online aos acervos: As coleções museológica, bibliográfica e documental do MAR estão disponíveis no site do museu, com detalhes e especificações de catalogação das obras.

Djanira - Folia de reis, sem data
Djanira – Folia de reis, sem data

Tour virtual pela mostra O Rio dos Navegantes: Ocupando três galerias do pavilhão de exposições, O Rio dos Navegantes apresenta ao público mais de 550 itens, entre pinturas, fotografias, vídeos, instalações, objetos, documentos e esculturas que ajudam a contar a história do Rio de Janeiro como cidade portuária desde o século XVI. No tour virtual disponível no canal do MAR no YouTube é possível percorrer todos os espaços da exposição e conhecer mais detalhes sobre as obras e temas que a compõem.

Websérie MAR na Rua: A websérie surgiu com o objetivo de relacionar obras da Coleção MAR com as histórias contadas por pessoas do seu entorno. Participam do programa a educadora Pâmela Carvalho, o fotógrafo Maurício Hora, a diretora do Instituto dos Pretos Novos Merced Guimarães, o artista Mulambö e a Mãe Celina de Xangô.

Youtube MAR: O canal do MAR no Youtube é também uma plataforma de documentação e pesquisa artística e acadêmica, que oferece a todos uma vasta coleção de palestras, cursos, websérie, making of de exposições e eventos culturais realizados desde a inauguração do museu, em 2013.

Catálogos e publicações: No site do museu estão disponíveis para download gratuito textos curatoriais e catálogos de exposições realizada pelo MAR ao longo destes sete anos, como a individual A Pequena África e o MAR de Tia Lúcia. Também estão acessíveis publicações desenvolvidas pela Escola do Olhar.

Belmiro de Almeida - Figura de jovem negra, década de 1880_Foto-DanielaPaoliello-2
Belmiro de Almeida – Figura de jovem negra, década de 1880_Foto-DanielaPaoliello

Novidades: Assim que o MAR reabrir ao público, duas mostras serão inauguradas no pavilhão de exposições:

Aline Motta: viagem, memória e água

Inédita no Rio de Janeiro, a individual da artista fluminense Aline Motta convida o público a um denso mergulho na história de sua família, por meio de uma montagem imersiva que apresenta uma trilogia de videoinstalações de forma sequencial e dinâmica. Os três trabalhos – “Pontes sobre abismos” (2017), “Se o mar tivesse varandas” (2017) e “Outros fundamentos” (2019) – tomaram forma após a artista descobrir um segredo de família contado pela avó. A partir da revelação, Aline iniciou uma busca por suas raízes em lugares distantes entre si, mas aproximados pelo Oceano Atlântico. Tudo isso é alinhado em uma obra repleta de água salgada, doce, transparente ou poluída.

Casa Carioca

Em 2020, ano em que o Rio de Janeiro se tornou capital mundial da Arquitetura UIA/UNESCO, o MAR realizará a exposição de longa duração “Casa Carioca”. A mostra pretende apresentar discussões em torno da habitação no Rio de Janeiro, abordando suas diversas complexidades. Contemplará recortes da história da arquitetura e do urbanismo, assim como pretende estimular o diálogo entre artistas visuais que tomaram a casa e a habitação como seu tema.

Serviço:

Para mais informações, acesse o site do museu www.museudeartedorio.org.br ou as redes sociais: Instagram, Facebook, YouTube e Twitter.

Endereço: Praça Mauá, 5 – Centro.

O Museu de Arte do Rio – MAR

Uma iniciativa da Prefeitura do Rio em parceria com a Fundação Roberto Marinho, o MAR tem atividades que envolvem coleta, registro, pesquisa, preservação e devolução à comunidade de bens culturais. Espaço proativo de apoio à educação e à cultura, o museu já nasceu com uma escola – a Escola do Olhar –, cuja proposta museológica é inovadora: propiciar o desenvolvimento de um programa educativo de referência para ações no Brasil e no exterior, conjugando arte e educação a partir do programa curatorial que norteia a instituição.