Justiça barra volta do trabalho presencial no BNDES | Diário do Porto


Pandemia

Justiça barra volta do trabalho presencial no BNDES

Fim do home office no BNDES foi parar na Justiça. Funcionários querem que banco faça alterações no prédio para diminuir risco de contágio viral

27 de outubro de 2021

Volta ao trabalho presencial no BNDES parou na Justiça (Fernando Frazão/Agência Brasil)

Compartilhe essa notícia:


Um dos maiores empregadores do Centro, o Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) ainda não voltou ao trabalho presencial. E ao que tudo indica não regressará tão cedo, para agonia dos donos de bares, restaurantes e cafés situados no entorno do gigante da rua Chile. Segundo a coluna de Ancelmo Gois em “O Globo”, o regresso dos 2,7 mil funcionários ao expediente diário virou caso de Justiça.

A direção do banco público de fomento tinha determinado a volta ao escritório em setembro. Pouco depois mudou os planos e adiou para outubro. Porém, a Associação dos Funcionários foi duas vezes à Justiça alegando que as janelas são lacradas, o que impede a circulação de ar e aumenta o risco de contágio por vírus como o da Covid-19. Os funcionários temem que, com o regresso em massa ao espaço, o edifício se torne um gigantesco “Covidário”. Exigiram também a realização de testagem regular, o que não estava previsto no plano de retorno elaborado pelo RH da estatal.

O primeiro juiz não foi muito sensível e ignorou o pleito dos servidores do BNDES, que recorreram a um segundo magistrado. Este reviu a decisão e suspendeu a volta até que o banco apresente um novo plano de regresso ou ceda às exigências de seus colaboradores. Enquanto isso os negócios nas imediações do prédio vão minguando. O último a capitular foi o Botequim do Itahy, localizado na boca da Estação Carioca do Metrô. É mais um restaurante que a pandemia obriga a passar o ponto.


LEIA TAMBÉM:

Audiência pública debate licitação que ameaça Galeão

Câmara Municipal ganha “Estação Lixo Zero”

Lei desobriga uso de máscaras em locais abertos

 


/