Isolamento inclui restrição a exercícios em áreas abertas | Diário do Porto

Saúde

Isolamento inclui restrição a exercícios em áreas abertas

O sacrifício para conter o avanço do vírus inclui proibição de exercício em grupos. Confira as áreas turísticas fechadas no Rio e na Região dos Lagos

30 de março de 2021
Trilha da Pedra Bonita: nada de aglomeração (Alexandre Macieira/Riotur)


Compartilhe essa notícia:


Um sacrifício necessário. Para turistas que estiverem pelo Rio nesse período de isolamento e para o carioca habituado a se exercitar dentro de pontos turísticos cercados pela natureza, o jeito é se conformar e torcer para que a contaminação recue ao ponto de permitir a reabertura de locais como Corcovado, Parque Lage e Parque Nacional da Tijuca. Eles estão fechados à visitação desde a sexta-feira 26 e permanecerão assim até o domingo de Páscoa 4. Isso se as medidas de contenção não precisarem ser estendidas.

Na área do Corcovado estão suspensos os serviços concessionados de transporte até o Cristo Redentor, a visitação e os eventos. No Parque Lage, além da visitação ao local, está proibido o acesso à trilha para o Corcovado. Tampouco está permitida a entrada no Centro de Visitante Paineiras e no Centro de Visitantes do Setor Floresta. O veto em função do isolamento social inclui os mirantes Dona Marta, Vista Chinesa, Mirante da Cascatinha, Mesa do Imperador, Excelsior, Bela Vista e Paineiras. As cachoeiras, duchas e lagoas do Parque Nacional da Tijuca não podem ser usadas.

Sem grupos durante isolamento

Os visitantes não podem formar grupos nem praticar exercícios coletivos, mas atividades físicas individuais estão permitidas nas vias públicas e na maioria das trilhas do Parque da Tijuca. Entre as abertas estão as trilhas dos setores Floresta e Serra da Carioca, as estradas das Paineiras, do Redentor, da Cascatinha, do Bom Retiro e Major Archer.

Nos dez dias, a abertura no Setor Serra da Carioca será das 8h às 17h, e no Setor Floresta das 7h às 14h, com limite de 1,5 mil pessoas por dia, com acesso e saída só pelo portão da Praça Afonso Viseu, no Alto da Boa Vista.

Os voos livres duplos estão suspensos no período do isolamento, mas os realizados pelos praticantes individuais estão liberados. Só eles poderão circular de carro nas vias da Estrada das Paineiras, do Corcovado e do setor Floresta.

Como está na Região dos Lagos

Fora do Rio também as restrições a aglomerações me áreas abertas estão sendo levadas a sério. Búzios só permite a entrada para turistas com reservas em hotéis e imóveis alugados, além de moradores e prestadores de serviço. Comércio ambulante e quiosques nas praias estão fechados, mas o comércio ficará aberto até a meia-noite.

 


Leia também:

Campanha #invistanorio se espalha com apoio de empresas

Bike Rio expande o sistema com 50 novas estações

Monarquistas querem Museu Nacional fora do Paço de S. Cristóvão


 

Em Saquarema, praias, praças e parques estão proibidos, mas o comércio também estará aberto, com 50% de lotação. Maricátomou medidas de isolamento mais restritivas. O prefeito Fabiano Horta anunciou que praias (incluindo para a prática de esportes) e o comércio não essencial ficam fechados.

Em Cabo Frio, o prefeito José Bonifácio fechou as praias e intensificou a fiscalização para evitar entrada de visitantes. “Não venham para a Região dos Lagos neste feriado de 10 dias. As praias estarão fechadas, tanto para o turista que, por acaso já esteja na cidade, quanto para o morador. E os acessos pelas estradas a Cabo Frio serão bloqueados”, avisou o prefeito.