Saúde

Idoso morre em Niterói com suspeita de Covid-19

Idoso de 69 anos morreu com sintomas de Covid-19 em Niterói, nesta terça-feira, 17. Cidade se encontra em sitação de emergência na saúde pública

18 de março de 2020
Hospital Icaraí: primeira morte confirmada no Estado do Rio

Compartilhe essa notícia:


A primeira vítima do coronavírus no Rio de Janeiro, e segunda no Brasil, é um idoso de 69 anos que morreu no Hospital Icaraí ontem, terça-feira 17, supostamente da Covid-19, uma vez que tinha testado positivo para o vírus. Foi no mesmo dia em que outro paciente, de 62 anos, morreu em São Paulo. Já na tarde desta quarta-feira 18, a Secretaria de saúde de São Paulo confirmou mais duas mortes, com vítimas de 65 e 80 anos.

Segundo o Hospital de Icaraí, o enteado do idoso chegou de Nova Iorque (EUA) e teve teste positivo para coronavírus. Ele apresentava comorbidades e teve insuficiência respiratória aguda. Mesmo em ventilação mecânica, faleceu por choque séptico e pneumonia.

As cidades de Niterói e São Gonçalo decretaram situação de emergência na saúde pública na segunda-feira 16. Em Niterói, carros do Corpo de Bombeiros circularam pelas praias da região orientando banhistas a evitarem aglomerações e retornarem para suas casas. O prefeito Rodrigo Neves também anunciou o adiamento, por 3 meses, do pagamento do ISS (Imposto sobre Serviços de Qualquer Natureza).


LEIA MAIS

Primeira vítima fatal no RJ pode ser de Miguel Pereira

Empresários pedem a Crivella prazo para pagar o ISS

Coronavírus abre crise em transporte de contêineres


Somente nesta quarta-feira, 18, o prefeito Marcelo Crivella decretou situação de emergência na saúde pública da cidade do Rio de Janeiro. A partir desta quarta-feira, 22 shoppings do Rio de Janeiro estarão com suas lojas fechadas e somente funcionarão farmácias e as praças de alimentação, com horário de funcionamento reduzido em 30%.

Também nesta terça-feira, uma idosa de 63 anos morreu com sintomas de coronavírus na cidade de Miguel Pereira, centro-sul fluminense. A mulher trabalhava na cidade do Rio de Janeiro como empregada doméstica e sua patroa, que chegou de viagem à Itália, testou positivo para Covid-19.