Huawei investe em primeiro laboratório 5G do RJ | Diário do Porto


Inovação

Huawei investe em primeiro laboratório 5G do RJ

Esse é o primeiro dos 12 espaços que a Huawei pretende instalar em 2021 no Brasil. Tecnologia só deve ir à leilão no fim do primeiro semestre

10 de março de 2021

Anatel prevê leilão do 5G no final do primeiro semestre de 2021 (Foto: Marcello Jr/ Agência Brasil)

Compartilhe essa notícia:


A empresa chinesa Huawei vai inaugurar um laboratório de fibra óptica no Rio de Janeiro, na universidade Unisuam, em Niterói. A iniciativa pretende desenvolver mão de obra qualificada de olho no potencial do 5G, que em breve deve ser licitado no país. De acordo com a empresa, este será o primeiro dos 12 espaços que planeja instalar em 2021 no país.

O 5G deve proporcionar velocidade muito maior de internet móvel. A nova tecnologia terá também capacidade para conectar um número significativo de aparelhos ao mesmo tempo. Além de facilitar o monitoramento de toda a cadeia produtiva, do campo até a prateleira, uma mudança de patamar para o setor industrial em geral.

Huawei lidera tecnologia 5G

A Huawei é líder global no desenvolvimento da tecnologia 5G, e já demonstrou interesse no leilão que o Governo Federal prepara para a implantação no país. A empresa desponta como uma das principais fornecedoras de equipamentos para as operadoras de telecomunicações no mundo.


Leia Também

Edifício Aqwa Corporate inaugura o Sterna Café

Escola Chinesa, no Rio, tem equipamentos da Huawei

Brasil, com poucas mulheres no poder, está em situação ruim no mundo


Expectativas para a tecnologia no Brasil

O Ministério das Comunicações divulgou que o 5G estará disponível em 20 pontos no Brasil neste ano e em todas as capitais até julho de 2022. Para expandir a conexão no país, o ministério definiu que todas as localidades com mais de 600 habitantes devem receber, no mínimo, o sinal de 4G, assim como 48 mil quilômetros de rodovias federais estratégicas para o escoamento da produção agropecuária, industrial e mineral brasileira.

O edital do leilão do 5G foi aprovado pela Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) no dia 25 de fevereiro. O documento foi enviado para análise do Tribunal de Contas da União (TCU) e deve retornar em 60 dias à Anatel. A expectativa é que o leilão ocorra no primeiro semestre deste ano.