Igreja de São José | Diário do Porto

Igreja de São José

O interior da imponente Igreja de São José é decorado com talha de estilo rococó de autoria de Simeão de Nazaré, discípulo do Mestre Valentim

A Igreja de São José é uma construção estilo barroco tardio localizada ao lado da Alerj (Foto: DiPo)

Compartilhe essa notícia:


Ao lado da Assembléia Legislativa do Rio de Janeiro há um templo em estilo barroco tardio totalmente dedicado a São José. Originalmente, o terreno abrigava uma capela, construída em 1608. A construção chegou a ser Matriz e Sé do Rio, e foi submetida a diversas reconstruções durante os séculos seguintes.

Saqueada em 1711 pelas tropas do francês Duguay-Trouin, durante a invasão da cidade, perdeu peças de grande valor histórico e artístico, assim como toda sua documentação. Em 1807, a Irmandade de São José deu início às obras da atual igreja sob a responsabilidade do Mestre Félix José de Souza, substituído, em 1815, pelo arquiteto do Paço, João da Silva Muniz. A inauguração final foi em 1842.

A igreja possui nave única e corredores laterais onde se localizam um púlpito e três tribunas.  Seu interior é decorado com talha de estilo rococó de autoria de Simeão de Nazaré, discípulo do Mestre Valentim. O arquivo da Irmandade preserva livros que pertenceram à confraria dos carpinteiros e pedreiros do Rio, a confraria de São José.

Funcionamento da Igreja de São José

O horário de funcionamento para visitação é de segunda a sexta, das 8h às 17h. As missas acontecem de terça a sexta-feira às 12h, às segundas às 11h30 e aos domingos às 10h. Nos dias de semana, há um espaço para a venda de souvenir em funcionamento.

Para casar-se na Igreja de São José, é preciso comparecer ao local e consultar a agenda. As cerimônias podem acontecer às sextas-feiras, às 20h, ou aos sábados, às 20h e às 21h. O valor para casamento no espaço é de R$ 3.100. Durante a cerimônia, só são permitidas músicas sacras, algumas clássicas e alguns temas infantis.O local comporta 200 convidados.


VEJA TAMBÉM:

Igreja da Candelária

Paço Imperial

Centro Cultural Banco do Brasil (CCBB)


/