Belga Hotel | Diário do Porto

Belga Hotel

O único hotel design no coração da Cidade Maravilhosa e o primeiro da bandeira Belga no Rio. Descubra o que o Belga Hotel tem de melhor

Belga Hotel (Divulgação)

Compartilhe essa notícia:


Uma atraente combinação de design, cultura e gastronomia, num patrimônio histórico que une ambientes de época e tecnologia avançada. O Belga Hotel fica a poucos passos dos novos atrativos turísticos do Centro do Rio. Museu do Amanhã, Boulevard Olímpico e AquaRio são seus vizinhos, além do Centro Cultural Banco do Brasil, Confeitaria Colombo, Candelária, entre outros.

São 25 quartos com design contemporâneo inspirados na cultura belga.
Todos os quartos possuem frigobar. Pela Smart TV, você pode conectar seu celular, computador ou tablet para assistir filmes ou jogar.

O Belga Hotel conta ainda com um charmoso restaurante, a Belga Brasserie, onde é possível degustar os mais deliciosos pratos da gastronomia belga, assim como as famosas cervejas.

O serviço de qualidade européia com a receptividade carioca definem a experiência de quem escolhe o Belga Hotel.


LEIA TAMBÉM:

Rio redescobre a Avenida Marechal Floriano com a Linha 3 do VLT


O gerente-geral do hotel belga, Mervyn Scheepers, que chegou ao Brasil há 22 anos, tem planos saborosos para comemorar a chegada da Linha 3 do VLT no melhor estilo belga: expandir o Festival de Moules Frites (mexilhões com batata frita) e programação todo sábado. Ele compra os mexilhões em Arraial do Cabo para preparar o prato.

Belga Brasserie

Belga Brasserie serve pratos típicos do café da manhã ao jantar e tem mais de 45 rótulos de cervejas e chope belgas. Quem montou o cardápio foi o chef Alexandre Binard, belga também. Ele visita o restaurante de tempos em tempos para adaptações e combinações.

Mervyn explica a opção por uma brasserie em vez de um restaurante. “A principal diferença de um restaurante é que a pessoa pode vir aqui para comer, claro, mas também apenas para tomar chope, ouvir música enquanto toma um café e lê um livro, por exemplo. Queremos ser mais que um restaurante tradicional do Centro, onde se vai apenas para o almoço de trabalho”, diz o gerente.


/