Turismo

Guia de turismo poderá trabalhar com seu automóvel registrado

Cada Guia-Motorista poderá registrar apenas um veículo . A Secretaria de Estado de Turismo será o órgão responsável pelo cadastro dos profissionais

23 de junho de 2020
Decreto facilita o trabalho dos guias de turismo fluminenses (Divulgação)

Compartilhe essa notícia:


Os guias de turismo do Rio de Janeiro poderão dirigir seus próprios automóveis para desempenhar as atividades profissionais. O decreto assinado pelo governador Wilson Witzel na segunda-feira (22) permite que cada Guia-Motorista registre apenas um veículo, que precisa estar em seu nome, do companheiro ou de seu dependente.

Para ter acesso ao benefício, deverá constar da carteira nacional de habilitação do condutor a informação de que o motorista “exerce atividade remunerada”. Ele deve estar cadastrado no Ministério do Turismo como Guia de Turismo Regional Nacional, Internacional ou de Atrativos Naturais.


LEIA MAIS

Hotelaria nacional priorizará turismo interno no pós-pandemia

Firjan sugere novas PPPs e concessões para recuperar economia

Japão prepara liberação dos cassinos e quer ultrapassar Macau


A Secretaria de Estado de Turismo será responsável pelo registro destes profissionais. “Com a publicação deste decreto o Estado do Rio de Janeiro saiu na frente ao garantir a fruição de um importante direito, instituído em Lei Federal, em prol dos Guias de Turismo. Já estamos cuidando de implantar o sistema online para o cadastramento dos seus respectivos veículos. Com essa ferramenta de trabalho a qualidade do serviço prestado pelos guias vai se elevar ainda mais, em benefício do turista”, defende o secretário, Otavio Leite.