Governo Federal autoriza volta dos Cruzeiros | Diário do Porto


Turismo

Governo Federal autoriza volta dos Cruzeiros

Expectativa é que a nova temporada de Cruzeiros supere os índices pré-pandemia com R$ 2,5 bilhões de faturamento e 35 mil empregos gerados

3 de outubro de 2021

Governo irá autorizar volta de Cruzeiros aos portos brasileiros (Pier Mauá/Divulgação)

Compartilhe essa notícia:


Nos próximos dias, o Governo Federal deve autorizar o retorno dos Cruzeiros à costa brasileira. Isso só foi possível graças à atuação conjunta dos ministérios da Saúde, Justiça, Infraestrutura, Turismo e Casa Civil. A próxima etapa consiste no detalhamento e definição dos protocolos sanitários por parte da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), que deverão ser anunciados em breve.

Com isso, os cruzeiros voltarão a navegar no país entre novembro de 2021 e abril de 2022, possibilitando que brasileiros se juntem aos mais de dois milhões de passageiros que já navegam pelo mundo desde que os cruzeiros retomaram suas operações com sucesso em cerca de 50 países. A volta dos “resorts flutuantes” deverá gerar cerca de 35 mil empregos e injetar R$ 2,5 bilhões na economia nacional, número 11% maior do que o registrado na última estação, realizada em 2019/2020.

Entre as principais medidas deverão ser definidas pela Anvisa no Brasil estão testes de Covid-19 pré-embarque em todos os hóspedes, com triagem rigorosa; tripulantes vacinados, com três testes antes de entrar em serviço e quarentena; além de uso de máscaras, distanciamento, ocupação reduzida, ar fresco sem recirculação, desinfecção e higienização constantes. Outra importante determinação é que as excursões seguirão os protocolos das companhias marítimas e dos municípios, para que os turistas possam desfrutar ao máximo do lazer com muita segurança.

Para o presidente da Agência Brasileira de Promoção Internacional do Turismo (Embratur),Carlos Brito, a notícia vem em boa hora. “Já há algum tempo a Embratur vem acompanhando a necessidade dessa demanda. O setor do turismo de cruzeiros é essencial para o desenvolvimento do turismo náutico e da nossa atividade como um todo. A notícia nos deixa muito felizes. Congratulamos com todos os parceiros mais essa vitória”, finalizou.


LEIA TAMBÉM:

Rio recupera 90% dos empregos perdidos em 2020

Sebrae Rio cria plataforma para produtos singulares

Estado prevê orçamento de R$ 85 bi para 2022


Cruzeiros atracarão em 16 portos do País

Para a temporada 2021/2022, estão previstas sete embarcações com mais de 566 mil leitos, maior oferta dos últimos quatro anos. São cerca de 35 mil cabines a mais do que a última temporada de 2019/2020. Além disso, estão previstos cerca de 130 roteiros e 570 escalas em destinos nacionais muito queridos e procurados pelos brasileiros, como Rio de Janeiro, Santos, Salvador, Angra dos Reis, Balneário Camboriú, Búzios, Cabo Frio, Fortaleza, Ilha Grande, Ilhabela, Ilhéus, Itajaí, Maceió, Porto Belo, Recife e Ubatuba.