Governo do Rio quer maior competitividade no setor automotivo | Diário do Porto


Indústria

Governo do Rio quer maior competitividade no setor automotivo

Montadoras do Sul Fluminense se reuniram com o Governo do Rio e discutiram uso do gás natural para redução dos custos com energia

17 de março de 2021

A região Sul Fluminense é hoje o segundo maior polo automotivo do Brasil (Foto: Divulgação/Gov. RJ)

Compartilhe essa notícia:


Representantes do Governo do Rio e do setor automotivo do Sul Fluminense  se reuniram para discutir iniciativas que aumentem a competitividade dos negócios, para garantir a manutenção dos empregos e da arrecadação. Um dos temas abordados durante o encontro foi o uso do Gás natural (GNV) na indústria, como forma de redução de custos com energia.

A região Sul Fluminense é hoje o segundo maior polo automotivo do Brasil. São 23 empresas, todas instaladas nos municípios de Resende, Porto Real e Itatiaia. Elas geram 15 mil empregos diretos para a produção de veículos e de autopeças.

“Não podemos deixar que aconteça aqui o que aconteceu no ABC Paulista e no Vale do Paraíba, por exemplo, onde estão ocorrendo grandes desinvestimentos por parte das montadoras de veículos”, afirmou o governador em exercício Claudio Castro.

Gás natural para geração de energia

Outro fator que beneficia a indústria local é a interligação do Porto de Itaguaí com as bacias produtoras de óleo e gás do pré-sal, que proporcionará a geração de energia barata para as indústrias.

“O custo da energia é um componente significativo para o setor, cerca de 30%. As empresas certamente vão se beneficiar do escoamento do gás pelo Porto de Itaguaí, que deve receber parte do gás produzido no pré-sal das bacias de Campos e Santos”, observou o secretário estadual de Desenvolvimento Econômico, Leonardo Soares.

Governo do Rio vai estimular novos negócios

Cláudio Castro reforçou a importante do setor para o desenvolvimento econômico para o Estado, e afirmou que a missão do Governo é incentivar novos negócios e gerar empregos. Uma nova reunião com os empresários, deve ser realizada na primeira semana de abril.

“O setor conta com um sistema de qualidade bastante rigoroso. Temos buscado o desenvolvimento das empresas da região para que elas possam atingir padrões de qualidade que possibilitem o fornecimento para as montadoras” explicou o vice-presidente de Produção e Logística da Volkswagen e presidente do Cluster Automotivo Sul Fluminense, Adilson Dezoto.


LEIA TAMBÉM

Reviver Centro: 3ª enquete para revitalização

A omissão do poder público e o avanço do coronavírus

Evento da Assespro-RJ debate a tecnologia em meio à pandemia

 


/