Saúde

Governo do Rio ameaça punir quem infringir o isolamento social

Wilson Witzel diz que estabelecimentos poderão ser multados e pessoas serão levadas paras delegacias, caso não cumpram as regras do isolamento

6 de maio de 2020
Witzel diz que haverá punição para pessoas em aglomerações. Empresas serão multadas (Foto: Governo do Estado / Divulgação)

Compartilhe essa notícia:


O governador do Rio, Wilson Witzel, anunciou que será ampliada a fiscalização sobre o cumprimento do isolamento social e que haverá punições para quem descumprir as normas. A decisão foi tomada após reunião com o Ministério Público Estadual e com a Defensoria Pública, como medida para tentar reduzir o alastramento do novo coronavírus.

Estabelecimentos comerciais que infringirem as normas de isolamento serão fechados, disse o governador. Já os estabelecimentos que não se enquadrem em serviços essenciais e que estejam em funcionamento, além de fechados, também serão multados por descumprimento das regras sanitárias.

A fiscalização, entretanto, não ficará restrita somente à área comercial. Pessoas que participem de aglomerações serão levadas para as delegacias e autuadas pelo crime de desobediência. “Estamos intensificando essas medidas para impedir que a população se contamine e tenhamos mais pessoas indo para os hospitais públicos e privados, que estão no seu limite de atendimento neste momento”, afirmou Witzel.


LEIA MAIS

Viações oferecem descontos em viagens de ônibus pós-pandemia

Morre Aldir Blanc, um dos maiores poetas da música brasileira

Pequenos empresários têm apoio para entrar no e-commerce


Levantamento feito pela Prefeitura do Rio registrou aumento na circulação de pessoas na cidade em comparação aos últimos 15 dias. O estudo, realizado pelo Centro de Operações e em parceria com a empresa Cyberlabs, analisou 400 câmeras com imagens de ruas de vários bairros.

A análise verificou que, na segunda-feira, 04, a cidade teve um isolamento de 74%, um resultado pior do que os das segundas-feiras das duas últimas semanas, quando foi verificada a taxa de isolamento em 79%. Botafogo foi o bairro com menor taxa de isolamento social contabilizado, somente 67%. Isso quer dizer que foram observadas 67% de pessoas a menos nas ruas deste bairro, em relação a uma segunda-feira normal, antes do início da quarentena por causa do novo coronavírus.

Com a queda do isolamento social e o aumento na curva de casos de Covid-19, a Prefeitura voltou a defender a necessidade de se evitar aglomerações e de a população permanecer em casa. Até o dia 5 de maio, a cidade do Rio já contabilizava oficialmente 1.123 mortos e mais de 12 mil casos da Covid-19.