Globo e Google firmam parceria estratégica | Diário do Porto

Investimentos

Globo e Google firmam parceria estratégica

Contrato da Globo com o Google é inédito no mundo e possibilitará que emissora acelere sua transformação digital, depois de investir R$ 1 bilhão em 2020

13 de abril de 2021
Globo viverá novo processo de crescimento, diz Raymundo Barros, diretor de estratégia e tecnologia da emissora (foto: Globo / Divulgação)


Compartilhe essa notícia:


Depois de ter investido no ano passado R$ 1 bilhão em novas tecnologias, a Globo acaba de anunciar que fechou uma parceria com o Google para acelerar seu processo de transformação digital.

Essa modalidade de contrato ainda não tinha sido firmada com nenhuma outra empresa do mundo e permitirá que a Globo tenha acesso aos serviços aos serviços do Google em inteligência artificial, além de prever a digitalização da maior parte do acervo da emissora.

A Globo espera que a parceria a torne mais competitiva no relacionamento com os consumidores e em novas formas de captação de publicidade e ações de marketing.

Com a nova etapa de digitalização, o Globoplay será nativo em TVs com o sistema Android, o que deve permitir uma navegação mais fluida, praticamente sem diferenças entre um sinal de imagem que vem da TV e um sinal de imagem que vem da internet.

De acordo com a Globo, a TV conectada representa 60% do tempo em que as pessoas passam assistindo seus conteúdos via streaming. A empresa planeja migrar 100% de seus centros de dados para a nuvem do Google. Serão transferidos não só conteúdos, como também produtos e serviços digitais, entre eles G1, GE.com, Gshow e Globoplay.

Os benefícios apontados para o serviço são melhorias de infraestrutura, armazenamento e distribuição de conteúdo, além de personalização de conteúdos editoriais e publicitários.

O diretor de estratégia e tecnologia da emissora, Raymundo Barros, acredita que o acordo acelerará o processo de transformação digital da empresa e tornará o ingresso na chamada “economia digital” mais produtivo. “Essa parceria nos dá um acesso privilegiado a um conjunto de competências do Google Cloud”, diz. “A maneira certa de operar nesse ambiente digital é estar junto a um parceiro relevante, capaz de nos apoiar nessa jornada de crescimento.”

Globo tem 100 milhões de usuários únicos por dia

Em 2020, segundo o balanço da Globo, foram investidos R$ 4,5 bilhões em produção de conteúdo. Um dos reflexos da pandemia, com as pessoas ficando mais em casa, foi o aumento de 80% no número de assinantes do Globoplay, plataforma de conteúdo pago, que teve mais de 100% no aumento de receita em relação a 2019.

A Globo aponta que a parceria com o Google irá ampliar ainda mais seu alcance no mundo digital, onde nos últimos anos já havia alcançado cerca de 100 milhões de usuários únicos por dia. Esse grande fluxo acabava sendo limitado pelo modelo anterior de operação por meio de um data center.

Agora, com o Google, a Globo espera ter acesso a muito mais recursos na nuvem pública, com ganho de escala e velocidade nas operações.

Com sede no Rio de Janeiro, a Globo é a segunda maior rede de televisão comercial do mundo, sendo superada apenas pela American Broadcasting Company (ABC), dos Estados Unidos. Seu público diário no Brasil e no exterior chega a cerca de 200 milhões de pessoas. A Globo tem, aproximadamente, 14 mil colaboradores. Segundo a empresa, “em março de 2020, cerca de 75% dos funcionários passaram a trabalhar de casa. Os restantes 25% continuaram no trabalho presencial”.


LEIA TAMBÉM:

Petrobras vai pagar R$ 20 milhões em acordo ambiental

Professor constrói biblioteca comunitária no Morro da Providência

Comércio precisa de apoio para sobreviver a isolamento