Galeão negocia corrida de Stock Car | Diário do Porto

Evento

Galeão negocia corrida de Stock Car

Competição automobilística seria disputada em uma das pistas do Galeão. Organizadores correm atrás de patrocínio para viabilizar evento

8 de setembro de 2021


Pista do Galeão pode receber as velozes máquinas da Stock Car (divulgação/Riogaleão)


Compartilhe essa notícia:


O Aeroporto Internacional do Galeão poderá ser o cenário de uma das etapas do Stock Car Pró Séries, o principal competição do automobilismo brasileiro. A prova seria realizada em outubro, na pista 10/28 do Galeão. Caso se confirme, pela primeira vez na história um grande aeroporto brasileiro terá carros em vez de jatos correndo por suas pistas.

A assessoria de imprensa do Galeão confirmou a informação divulgada pelo site Aeroin, veículo digital especializado em notícias de aviação. A Veloci Investimentos, grupo de investidores dono da Stock, agora corre contra o tempo para viabilizar patrocínios da corrida, que seria disputada no domingo 24 de outubro. A categoria conta com estrelas do automobilismo com passagens por grandes categorias internacionais, como Rubens Barrichello e Felipe Massa.

O site oficial da categoria, porém, informa que nessa data está agendada uma prova da Stock no Autódromo Velocitta, circuito particular localizado em Mogi Guaçu, no interior de São Paulo. Caso a Veloci Investimentos consiga parceiros para viabilizar a corrida no Galeão, a etapa no circuito paulista deve ser remanejada para outra data.


LEIA TAMBÉM:

Novo Lance! de olho no Porto Maravilha

Paço Imperial inaugura exposição “O Som do Tempo”

Cdurp quer reativar teleférico da Providência


“Aeroportos de corrida”

Disputas automobilísticas em aeroportos não chegam a ser uma novidade. A IndyCar Séries, a mais tradicional categoria americana de monopostos, realizou várias provas em pistas de terminais aeroportuários. O tradicional Silverstone, onde a primeira corrida de Fórmula-1 foi realizada em 1950, ocupa a área de um antigo aeródromo usado pelos aliados na batalhas aéreas contra a aviação alemã na Segunda Guerra Mundial. Até hoje Silverstone está no calendário oficial da categoria.

Mas pode-se afirmar com certeza que nenhuma dessas provas teve como cenário uma aeroporto das dimensões e importância do Antônio Carlos Jobim, a porta de entrada e saída do Rio para o mundo.

 

Traçado em laranja revela o “autódromo” do Galeão (divulgação/Aeroin)