Fundação Parques e Jardins planta mais de 2 mil mudas no Rio | Diário do Porto

Cidadania

Fundação Parques e Jardins planta mais de 2 mil mudas no Rio

Nos primeiros 100 dias de governo, a Fundação Parques e Jardins mobilizou voluntários para o plantio de 150 espécies, para reduzir ilhas de calor da cidade

16 de abril de 2021


Fundação Parques e Jardins e cerca de 30 coletivos trabalharam para o plantio das árvores (Foto: Prefeitura do RJ)


Compartilhe essa notícia:


A Secretaria Municipal de Meio Ambiente, por meio da Fundação Parques e Jardins, quer diminuir as ilhas de calor na cidade, com a ampliação das áreas verdes. Nos primeiros 100 dias da nova gestão na Prefeitura, as ruas e espaços públicos cariocas receberam o plantio de mais de 2 mil mudas de arbustos e mais de 200 árvores.

As ações foram realizadas em parceria com cerca de 30 coletivos de plantios urbanos da cidade e mais de 500 voluntários. Foram plantadas 150 mudas de espécies como Sibipiruna, Pau Brasil, Jequitibá, Mangueira, Palmeira e Jerivá, entre outras, por todas as regiões do município.

“É a cidade ajudando a cuidar da cidade. É importante que o cidadão se sinta parte dessas ações de recuperação de uma cidade tão viva e tão pulsante como o Rio” avalia o presidente da Fundação Parques e Jardins, Fabiano Carnevale.

Arborização das ruas e praças

Em janeiro, durante a live Ações para reduzir a temperatura e aumentar os espações de convivência na cidade“, promovida pelo DIÁRIO DO PORTO, o secretário do meio ambiente, Eduardo Cavaliere, colocou como prioridade de sua gestão o controle de áreas de grande calor na cidade, e contou que isso seria feito por meio da Fundação Parques e Jardins, com o plantio de árvores em ruas e praças.

“Hoje a cidade do Rio de Janeiro não tem produção própria para plantar árvores em território urbano. A primeira coisa que nós estamos fazendo é adaptar nossos viveiros para que isso seja possível e que fique de legado para a cidade”, disse.

Nos primeiros 100 dias, a secretaria também realizou vistorias técnicas e a manutenção de 60 praças na cidade – 44% delas na Zona Oeste, 39% na Zona Norte, 17% no Centro e na Zona Sul. Além disso, quatro parques da cidade foram reabertos e ganharam uma cara nova: Campo de Santana, Passeio Público, Pinto Teles, e Recanto do Trovador.


LEIA TAMBÉM

Edifício Aqwa, no Porto Maravilha, recebe a Icatu Seguros

Sebrae RJ abre inscrições para Programa Impacta

Brasileiros aprovam telemedicina em tempos de pandemia