Firjan aponta crescimento industrial de 5,9% no Rio | Diário do Porto


Indústria

Firjan aponta crescimento industrial de 5,9% no Rio

Segundo a Firjan, o aumento da produção industrial é liderado pela construção naval e fabricação de veículos, gerando novos empregos

9 de junho de 2022

Firjan apontou crescimento também na produção de caminhões, como na fábrica de Resende da Volkswagen (foto: VWCO / Divulgação)

Compartilhe essa notícia:


A Firjan (Federação das Indústrias do Estado do Rio de Janeiro) divulgou dados que mostram crescimento de 5,9% na produção industrial fluminense, em relação ao mês anterior. Esse foi o maior aumento percentual verificado entre os Estados pesquisados pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). Na comparação com abril de 2021, houve avanço de 14,4%. Com isso, a variação acumulada nos últimos doze meses atingiu 6,4%, segundo maior crescimento do país, apenas atrás do Mato Grosso.

De forma geral, os setores estruturantes da economia têm sido os principais motores do crescimento da indústria do Estado do Rio. Os maiores avanços de produção nos últimos doze meses foram observados nos setores de Fabricação de Outros Equipamentos de Transporte, 61,7%, puxada pela construção naval; Fabricação de veículos automotores, 26,5%, com destaque para caminhões; Produtos de metal, 25,0%, Farmoquímicos e Farmacêuticos,19,2%, e Minerais não-metálicos, 10,6%.


LEIA TAMBÉM:

FranchiseB2B chega ao Rio com negócios a partir de R$ 3 mil

SuperVia é criticada por falta de investimentos

Sesc RJ na Estrada visita a primeira estação férrea do Brasil


Firjan registra criação de novas vagas

O bom momento da indústria do Estado do Rio, segundo a Firjan, vem se refletindo no mercado de trabalho: apenas nos quatro primeiros meses de 2022, o setor industrial fluminense criou 22 mil novas vagas com carteira de trabalho assinada. A construção civil responde por mais de 60% desses novos postos de trabalho e traz a reboque uma série de segmentos industriais, dentre eles produtos de metal e minerais não-metálicos, para materiais de construção.

Para a Firjan, o atual bom momento de crescimento da indústria fluminense enfrenta desafios em problemas na cadeia de suprimentos, agravados pelos impactos da guerra da Rússia contra a Ucrânia.


/