Firjan e BNDES realizam mutirão para PMEs em Petrópolis | Diário do Porto


Tragédia

Firjan e BNDES realizam mutirão para PMEs em Petrópolis

Evento da Firjan e BNDES tem palestras sobre linhas de financiamento e crédito, além de atendimento personalizado para mais de 100 empresários de Petrópolis

24 de fevereiro de 2022

Empresários de Petrópolis terão consultoria do Sebrae Rio (Paula Johas/Firjan)

Compartilhe essa notícia:


A Firjan Serrana e o BNDES iniciaram ontem o mutirão Tira-Dúvidas sobre crédito para pequenos e microempresários de Petrópolis afetados pela calamidade das chuvas da semana passada. O evento consiste em quatro palestras com informações sobre linhas de financiamentos emergenciais e atendimento dos principais bancos públicos e privados aos empresários: Caixa, Banco do Brasil, Itaú, Santander, Bradesco, além da AgeRio, Sicoob e Núcleo de Acesso ao Crédito da federação, que está distribuindo a Cartilha de Acesso ao Crédito Emergencial para os empresários.

O Centro de Atendimento funciona de segunda a sexta-feira, das 9h às 17h, na Avenida Pedro I, 579. O mutirão Tira-Dúvidas terá mais duas sessões, às 10h e 15h, nesta quinta-feira. Só nesta quarta-feira, 100 empresários participaram do mutirão.

Desde o primeiro dia, o Centro de Atendimento ao Pequeno Empresário já prestou assessoria e tirou dúvidas para mais de 150 empresários de Petrópolis, de todos os setores e portes de empresas. A Enel também está prestando atendimento aos empresários. Nesta quinta, haverá ainda um Tira-Dúvidas Meio Ambiente com a participação de técnicos do INEA e da secretaria municipal de Meio Ambiente de Petrópolis.

Vice-presidente da Firjan Serrana, Valter Zanacoli destacou que o empresário petropolitano, em especial o micro e pequeno, foi muito prejudicado pela calamidade, além das perdas humanas. Ele agradeceu a parceria com as instituições financeiras que, desde a última terça-feira, estão ouvindo os industriais e comerciantes no Centro de Atendimento ao Pequeno Empresário, instalado nas dependências da Firjan Serrana, no centro da cidade.

“Os empresários precisam de recursos financeiros e um fôlego para retomar as suas atividades, de forma a garantir renda e assegurar a manutenção dos empregos de seus funcionários”, afirmou Zanacoli.

BNDES oferece crédito emergencial para empresários

Chefe do departamento de Relacionamento com bancos e entidades empresariais do BNDES, Tiago Peroba disse que a instituição possui uma linha de crédito emergencial para essas ocasiões com melhores prazos e carência mais longa. Segundo ele, a maioria dos empresários acredita que o banco só atende a grandes empresas. “Isso não é verdade. A maior parte dos nossos financiamentos é para pequenas e médias empresas, via agentes bancários. Porém, o empresário deve procurar a melhor solução financeira para si, podendo ser em qualquer banco que tenha relacionamento ou não”, acrescentou.

Segundo Peroba, a linha de crédito do BNDES é voltada para o capital de giro, com prazo total de 90 meses, carência de até 36 meses e até R$ 2,5 milhões de financiamento, conforme a necessidade da empresa. O crédito pode ser feito junto a um agente financeiro e, dependendo do valor, tem 100% de cobertura do BNDES.


LEIA TAMBÉM:

Pandemia é um dos temas de evento no Centro Cultural Justiça Federal

Moradores da RM do Rio são os que mais vivem em apartamentos no País

Rio poderá ter 2 cassinos, prevê projeto de lei


/