Filme sobre Bar Semente será lançado em festival | Diário do Porto


Cultura e Lazer

Filme sobre Bar Semente será lançado em festival

Celeiro artístico que atraía profissionais de outros estados e países interessados na criação musical, bar na Lapa, fechado no ano passado é tema de documentário que será lançado dia 19 pela jornalista Patrícia Terra em festival de cinema em Botafogo

13 de julho de 2018



Compartilhe essa notícia:


Yamandu Costa está na direção musical do filme
Yamandu Costa está na direção musical do filme (Foto: Divulgação)

Um dos lugares responsáveis pela revitalização da Lapa no final dos anos 90, o extinto Bar Semente vai virar filme. Dirigido por Patrícia Terra e com Yamandu Costa na direção musical, Semente da Música Brasileira registra a evolução da MPB e sua dinâmica de criação a partir de encontros no bar, desde que foi aberto em 1998 até seu fechamento em 2017. O longa-metragem abre o festival Cavideo 21 Anos, dia 19 de julho, às 21h30, no NET Botafogo 1.

Sobre o filme

Artistas como Teresa Cristina, Roberta Sá, Zé Paulo Becker, Nicolas Krassik, Carlos Malta e outros participaram do filme, um registro histórico de um reduto de efervescência cultural que deixa saudades depois de quase 20 anos de muita qualidade musical. “É um documentário narrativo sobre experimentar fazer a música que se quer. O Semente foi o lugar. E sua ideia está viva”, diz Aline Brufato, última proprietária e curadora do bar.

Chico Buarque aparece no filme
Chico Buarque era frequentador do Bar Semente (Foto: Divulgação)

Será a estreia de Patrícia Terra, jornalista carioca com atuação constante na TV brasileira nos últimos 30 anos. “Foram sete anos de vivências, pesquisas, resgates, encontros, flagrantes e muita música! Retratar a potência musical e a evolução desse grupo de artistas em seu quartel general é um sonho que se realiza”, diz a diretora.

A obra recupera imagens de shows antigos, flagrantes captados com equipamentos profissionais e celulares, canjas e gravações de clipes de músicas inéditas com a produção atual desta geração. Assim, uma coletânea de 26 faixas reunindo 70 músicos foi lançada recentemente no DVD ‘Geração Semente’. 

A partir de depoimentos pessoais e avaliações de críticos e historiadores, o filme se desenvolve no cenário do espaço singular de preservação de memória, expansão e renovação espontânea da música brasileira. O documentário celebra o caminho de artistas que surgiram do Semente e hoje realizam turnês pelo mundo.

A iniciativa de alguns empresários aventureiros – ao abrir espaço para uma juventude sedenta de boa música – criou um movimento que hoje atrai milhares de consumidores de cultura à Lapa, até então entregue à degradação, e que abriga casas como o Circo Voador e a FundiçãoEm síntese, ‘Semente da Música Brasileira’ retrata um pouco da alma carioca e é um documento histórico que as próximas gerações precisam conhecer.

Roda de samba no Bar Semente
Ambiente intimista era a marca do Bar Semente (Foto: Divulgação)

Simplicidade

O Semente funcionava como um celeiro artístico que atraia profissionais de outros estados e países interessados na criação musical. Chico Buarque foi assistir ao show do violonista Zé Paulo Becker e o Semente Choro & Jazz, que ficou em cartaz por 19 anos, e voltou para assistir Moyseis Marques meses depois. Ney Matogrosso, Beth Carvalho, Dave Matthews Band, Snarky Puppy e outros artistas dão o ar da graça no documentário. 

O ambiente intimista colocava o artista bem próximo do público, gerando atmosfera criativa e favorecendo trocas e parcerias. Dessa forma, os músicos sentiam o lugar como a extensão de suas casas. Alguns enfrentaram fases em que eles próprios serviam clientes e lavavam pratos para que o lugar permanecesse aberto.

O lugar chegou a passar por uma fase colaborativa, mudando o nome provisoriamente para Comuna do Semente. Logo após o momento turbulento, o Semente alcançou seu período áureo no qual organizaram bailes para mais de mil pessoas. Nesta fase o bar já estava sob a curadoria de Aline Brufato, segunda e última proprietária. Aline assinou a programação e administração do Semente em 2004 e estendeu os shows para um espaço maior no bairro.


/