Turismo

Feriado de 7/9: confira destinos no Rio

Destinos no feriado vivem situações diferentes, por conta da pandemia. Veja como estão funcionando as reaberturas em 7 lugares, no Estado do Rio

2 de setembro de 2020
No feriado prolongado, Arraial do Cabo é uma das opções no Estado do Rio (Foto: Deposit Photos)

Compartilhe essa notícia:


O feriado prolongado de 7 de setembro, Dia da Independência, está chegando, mas como estão as situações de destinos no Estado do Rio, por conta da pandemia? Os serviços de hotelaria já estão liberados? Em alguns lugares, as praias ainda encontram-se fechadas. Em outros, no entanto, já é possível curtir um dia de sol. O Globo fez um espécie de guia, listando sete destinos, com tudo que o viajante precisa saber para programar uma viagem nesses novos tempos. Confira:

Búzios

Praia da Ferradurinha, em Búzios, voltou a receber turistas em 1º de agosto (Foto: Divulgação/Prefeitura de Búzios)

A cidade, na Região dos Lagos, já está recebendo turistas desde 1º de agosto, mas, para entrar, é preciso comprovar a reserva de hospedagem ou restaurante por meio de um QR Code, gerado pelo sistema “Acesso Búzios”. As praias estão liberadas apenas para atividades individuais. Confira mais informações no site da Prefeitura.

Arraial do Cabo

O banho de mar está liberado em algumas praias de Arraial (Foto: Carlos Amaris/Site oficial da Prefeitura de Arraial do Cabo)

Vizinha de Búzios, Arraial está recebendo turistas, mas a comprovação de hospedagem também é obrigatória no acesso à cidade. Contratos de aluguéis, autorizados pela Secretaria de Segurança Pública, também são aceitos. O banho de mar está liberado em algumas praias, mas segue proibido nas praias do Forno, Brava e Prainhas do Pontal. Restaurantes e hotéis estão funcionando com capacidade reduzida para 50% e 70%, respectivamente. Confira mais informações no site da Prefeitura.


LEIA MAIS

RIOGaleão e Gol se juntam pela retomada do setor aéreo

Em alta: Rio no topo dos destinos mais procurados

Presidente do VLT, Marcio Hannas, estará em Live dia 3/9


Teresópolis

Em Teresópolis, hotéis, pousadas e restaurantes estão funcionando com capacidade reduzida a 50% (Foto: Deposit Photos)

Para quem prefere o aconchego da serra, Teresópolis também exige comprovante de hospedagem no acesso. Os hotéis, pousadas e restaurantes estão funcionando com capacidade reduzida a 50%. A conhecida feirinha já está funcionando, mas teve o número de barracas reduzido.

Parque Nacional do Itatiaia

O Parque está recebendo 250 visitantes por vez (Foto: Deposit Photos)

O parque, no sul do Estado, está funcionando com restrições, de quarta-feira a domingo, das 8h às 17h, e o uso de máscaras é obrigatório. Além disso, o local está recebendo apenas 250 visitantes por vez, com grupos de até seis pessoas, por conta do distanciamento. Os ingressos estão sendo vendidos pelo site. Os hotéis e restaurantes de Penedo e Visconde de Mauá estão abertos.

Vale do Café

Fazenda Alliança, em Barra do Piraí, está aberta para visitação (Foto: Divulgação)

As cidades de Barra do Piraí, Engenheiro Paulo de Frontin, Valença e Vassouras estão sem barreiras sanitárias nos acessos. Algumas fazendas históricas encontram-se abertas, como a Alliança, em Barra do Piraí, e São Luiz da Boa Sorte, em Vassouras.

Angra dos Reis

Em Angra, os passeios de barco estão funcionando, mas com restrições (Foto: Divulgação)

Os hotéis e pousadas de Angra estão funcionando com metade da capacidade, e os restaurantes aumentaram a distância entre as mesas. Os passeios, tanto náuticos, como trilhas, também estão funcionando, mas com limitação de pessoas e saídas. A vizinha Ilha Grande também está aberta, mas o único acesso permitido é pelas linhas que ligam o centro de Angra à Vila do Abraão.

Paraty

Com as praias fechadas, viajantes podem se hospedar no centro histórico (Foto: Deposit Photos)

Na histórica Paraty, hotéis e restaurantes estão funcionando com 50% da capacidade, seguindo novos protocolos de segurança. Apesar de as praias estarem fechadas, os passeios de barco estão autorizados. Veículos turísticos, como ônibus e vans, ainda não podem entrar no município.