Fecomércio-RJ na guerra contra a Covid-19 e por empregos | Diário do Porto

Saúde

Fecomércio-RJ na guerra contra a Covid-19 e por empregos

Campanha da Fecomércio-RJ, “Um Por Todos, Todos Por Um. Juntos Contra Covid”, quer combater a contaminação e evitar mais desemprego

17 de dezembro de 2020


Campanha da Fecomércio-RJ destaca os cuidados para evitar a contaminação pelo coronavírus (foto: Divulgação)


Compartilhe essa notícia:


Especial Fecomércio-RJ


A sociedade sofreu muito com as medidas de isolamento social impostas pela pandemia da Covid-19, com o crescimento do desemprego e um prejuízo incalculável para os sonhos, planos e realizações de empreendedores. A segunda onda de contaminação traz o pesadelo de volta, mas é possível evitá-lo se a população entrar, de verdade, na guerra contra o novo coronavírus. Este é o objetivo de uma campanha iniciada pela Fecomércio-RJ, a Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Estado do Rio de Janeiro.

O slogan da campanha de conscientização e combate à propagação da Covid-19, Um Por Todos, Todos Por Um. Juntos Contra Covid, está se espalhando por emissoras de rádios, faixas nas ruas, campanha nas redes sociais e divulgação via imprensa. Os parceiros da Fecomércio-RJ nessa batalha são o Governo do Estado, a Associação Comercial do Rio de Janeiro (ACRJ) e os sindicatos afiliados nas 24 regiões de atuação da Federação.

Máscaras, higiene, álcool 70º e distanciamento

A Fecomércio-RJ e os parceiros na campanha pretendem reforçar junto à população a importância de seguir as recomendações da Organização Mundial da Saúde (OMS). As principais são usar máscaras, lavar frequentemente e bem as mãos, usar álcool em gel 70º, evitar aglomerações e manter o distanciamento social. Só assim, a instituição afirma, é possível evitar regras de mais endurecimento que anulem os avanços já alcançados.

Na pandemia, é necessário que cada um faça sua parte para conter o aumento da contaminação pelo vírus. A grande maioria dos estabelecimentos do setor do comércio de bens, serviços e turismo, segundo a Fecomércio-RJ, está fazendo sua parte, seguindo os protocolos estabelecidos pelos órgãos governamentais de saúde, e, portanto, apta a a receber o público com segurança.

 

Presidente da Fecomércio-RJ ressalta compromisso social

Antonio Florencio de Queiroz Junior
Antonio Florencio de Queiroz Junior

A ação da Fecomércio-RJ busca proteger o interesse do comércio, dos trabalhadores e dos empresários, tão atingidos pela pandemia em seu direito de ir e vir, de abrir seu negócio ou trabalhar para sustentar a família. É assim que o presidente da Fecomércio-RJ, Antonio Florencio de Queiroz Junior, considera que a a entidade reforçou seu compromisso social durante a pandemia, desenvolvendo ações integradas para combater a contaminação e reduzir seus impactos socais. Nessa missão, a Fecomércio-RJ contou com o apoio operacional das Forças Armadas e da Cruz Vermelha.

O Sesc RJ e o Senac RJ, braços sociais da Fecomércio-RJ, também vêm se desdobrando nos esforços. “Durante todo este período, incentivamos ações de apoio ao comércio, seja com a produção de pesquisas feitas pelo Instituto Fecomércio de Pesquisas e Análises (IFec RJ) ou a capacitação e divulgação de protocolos de segurança pelo Senac RJ. Além disso, o Sesc RJ, através do Mesa Brasil, expandiu a doação de alimentos. Por outro lado, nossa equipe jurídica também apresentou mais de 36 pleitos ao Governo, tendo 19 solicitações atendidas pelas autoridades e que ajudaram substancialmente o setor”, ressalta o presidente da Fecomércio-RJ.


Leia também:

Fecomércio-RJ apoia novo site de turismo do Rio

Fecomércio: pirataria traz prejuízo de R$ 822 milhões ao Rio

Castro e Paes contam com Bolsonaro em “Coalizão” pelo Rio