Fajardo quer liberar vagas no centro aos fins de semana | Diário do Porto


Mobilidade

Fajardo quer liberar vagas no centro aos fins de semana

Facilitar o estacionamento em vias que ficam vazias nos fins de semana pode atrair cariocas e turistas para o comércio e os equipamentos culturais

14 de março de 2021

Liberação de vagas pode atrair cariocas e turistas para o centro (Alexandre Macieira/Riotur)

Compartilhe essa notícia:


Boas ideias são, geralmente, simples. O secretário de Planejamento Urbano do Rio de Janeiro, Washington Fajardo, acaba de anunciar uma delas em seu perfil no Instagram: liberar o estacionamento nas vias do Centro do Rio nos fins de semana.

A proposta, singela e inteligente, cria um estímulo a mais para os cariocas visitarem a região da cidade – e até do país – com o maior número de atrações culturais. Além disso, para Fajardo, a medida irá beneficiar o comércio local.

Hoje o estacionamento por muitas vias do centro continua proibida aos fins de semana, quando o movimento é tão pequeno que não justifica a restrição. Com a pandemia, muitos passaram a evitar o transporte público e até mesmo taxi ou transporte compartilhado, como Uber, temendo contaminação.

 


Leia também:

 

Promar pode recuperar produção de petróleo na Bacia de Campos

Aumentam demolições de construções ilegais no Rio

Huawei investe em primeiro laboratório 5G do RJ


 

A conjuntura agravou a tendência de esvaziamento do Centro, iniciada com a crise econômica pós-Olimpíada. Assim, atrações nacionalmente conhecidas como o Theatro Municipal, o Museu de Arte Moderna, o Paço Imperial, a Candelária e até os Arcos da Lapa ficaram às moscas. O mesmo acontece com os grandes equipamentos de turismo do Porto Maravilha, como o Museu do Amanhã, o Museu de Arte do Rio, o Cais do Valongo, a roda gigante e o AquaRio.

Fajardo negocia com outras pastas

O secretário Fajardo destacou que a possível liberação das vagas está sendo tratada com a Secretaria Municipal de Transporte (SMT) e como a Subprefeitura do Centro. A iniciativa integra o plano de recuperação da região central da cidade.

Organizado e coordenado pela Secretaria de Planejamento Urbano, o Gabinete de Crise do Centro vai se reunir quinzenalmente, por convocações diretas do prefeito Eduardo Paes a representantes da sociedade civil e órgãos públicos relacionados à gestão da região. A primeira reunião será nesta quarta-feira 17 de março.

 


/