Fábrica de Startups abre vagas para competição

Profissionais com pelo menos cinco anos de experiência têm até o dia 15 para se inscrever no O&G Techweek, que acontecerá este mês na feira Rio Oil & Gas

Hackaton realizado esta semana na Fábrica de Startups busca soluções para a Cervejaria Ambev (Foto: Divulgação)

Enquanto realiza com sucesso esta semana o seu primeiro hackaton para a Cervejaria Ambev, a Fábrica de Startups, instalada na Zona Portuária, se prepara para um novo desafio, desta vez, voltado para o setor de óleo e gás. A aceleradora firmou parceria com a Petrobras para  estimular empreendedores a desenvolverem soluções inovadoras para as plataformas.

s inscrições estão abertas até o dia 15 de setembro e serão destinadas 50 vagas para o programa de ideação. Além da mentoria de grandes profissionais da área, os participantes concorrem  à premiação de 30 mil reais. O Ideation Hackathon vai acontecer durante a O&G Techweek, área de exposições da Rio Oil & Gas,  a maior feira do setor de petróleo da América Latina.

Nos dias 20 e 21, a competição será realizada no Instituto Brasileiro de Petróleo, Gás e Biocombustíveis (IBP), no Centro do Rio, e nos outros dias, dentro da Rio Oil & Gas, que acontecerá no Riocentro. No último dia do congresso, os 10 grupos se apresentarão para a Petrobras, que selecionará e premiará as três melhores. No estande da estatal, os vencedores participarão de outras apresentações. O melhor projeto receberá uma premiação de R$ 10 mil.

“O O&G Techweek é um dos grandes eventos em que são apresentadas as melhores inovações nas áreas de petróleo e gás. Ter esta parceria com a Petrobras e realizar o Hackathon dentro do Rio Oil & Gas é muito interessante para os empreendedores vivenciarem de perto todo o potencial de criar um negócio que atenda a demanda de uma gigante, tendo o seu apoio e o da Fábrica de Startups para isso”, afirma o CEO da Fábrica de Startups, Hector Gusmão.

O programa de ideação da Petrobras é aberto para a participação de estudantes universitários de graduação, mestrado e MBA de engenharia de petróleo, tecnologia da informação, administração e robótica. Profissionais do mercado de óleo e gás com, no mínimo, cinco anos de experiência também podem se inscrever no processo no site.

Aquecimento para a Rio Oil & Gas

Pela primeira vez, o congresso da Rio Oil & Gas terá um  bloco temático de “Tecnologias Digitais”, além da realização da Oil & Gas TechWeek dentro da área de exposição, com discussões sobre tendências, tecnologias, inovações, desafios e demandas da indústria.

Nesta terça-feira, 11, o Instituto Brasileiro de Petróleo, Gás e Biocombustíveis (IBP) reuniu empresários fluminenses e executivos da indústria petroleira e de tecnologia no espaço We Work, no Centro, para tratar das transformações tecnológicas do setor.

O último evento de aquecimento da Rio Oil & Gas 2018 foi mediado por Jorge Camargo, chairman do evento, que alertou que, se a indústria não se digitalizar e não inovar, ficará para trás. Camargo ressaltou que, não por acaso, essa será a Rio Oil & Gas mais focada em tecnologia e inovação de todas as edições.

Na avaliação de Claudio Makarovsky, gerente de contas corporativas da Siemens Óleo e Gás, o setor petroleiro é considerado altamente conservador em relação às tecnologias digitais e, para que esse panorama mude, é primordial investir nessa área.

“É necessário um projeto conduzido, uma cocriação entre empresários, startups, já que a tecnologia vem evoluindo tão rapidamente que não existe mais o inédito, o disruptivo. É essencial a troca de informações e tendências”, defendeu.

O gerente executivo do Cenpes, Orlando Ribeiro, garantiu que a transformação digital é realidade na Petrobras. De acordo com o executivo, a empresa é uma das pioneiras na utilização da inovação nas áreas de águas profundas.

“A Petrobras está cada vez mais avançando na captura de benefícios gerados pela tecnologia, e aproveitado ao máximo toda energia criativa que tem no mercado para trazer para dentro da companhia e seus processos, transformando tudo em resultados”, disse.

Segundo informou o gerente da Rio Oil & Gas 2018, Victor Montenegro, nessa 19ª edição, o IBP investiu R$ 15 milhões no congresso e nos eventos paralelos. A Rio Oil & Gas acontece de 24 a 27 de setembro, no Riocentro.

Hackaton da Ambev

O Hackaton da Ambev, realizado em parceria com a Fábrica de Startups, foi aberto na segunda-feira (10) com um dia de imersão dos participantes na marca. A equipe da cervejaria falou sobre os desafios e a história até hoje. Depois os empreendedores começaram a trabalhar com a metodologia da Fabrica de Startups, se dividiram em grupos e fizeram os primeiros exercícios.

Nesta terça (11) o grupo visitou a Fábrica para os empreendedores mergulharem na realidade da empresa e conhecer os desafios de perto. Ao todo, são seis dias em que os participantes deverão criar soluções inovadoras para resolver questões de sustentabilidade, qualidade e segurança utilizando a metodologia da aceleradora.

Esta é a quarta edição em que a cervejaria realiza o programa de desenvolvimento de tecnologias e todas as anteriores foram sediadas em São Paulo. O programa acontece na sede da Fábrica de Startups, no Aqwa Corporate, entre os dias 10 e 15 de setembro. O melhor projeto fará negócio com a Ambev e poderá ser colocado em prática dentro da cervejaria.

Fonte: Fábrica de Startups e IBP

Todas as Notícias