Espaço Cultural da Marinha mostra preciosidades históricas | Diário do Porto

Museus

Espaço Cultural da Marinha mostra preciosidades históricas

Visitantes podem conhecer helicóptero, submarino e navios da Marinha. No Museu Naval, exposição mostra participações do país em conflitos do passado

1 de fevereiro de 2020


Espaço Cultural da Marinha é uma boa opção para passeios de adultos e crianças (Foto: DiPo)


Compartilhe essa notícia:


Ocupando um lugar privilegiado na Orla Conde (Boulevard Olímpico), o Espaço Cultural da Marinha guarda preciosidades históricas que atraem a atenção de crianças e adultos. Entre outras atrações, lá é possível conhecer o Helicóptero Museu, o Carro de Combate Blindado EE-9 Cascavel, o Contratorpedeiro Bauru e o Submarino Museu Riachuelo. Oportunidade para ver veículos de combate e defesa do território nacional.

Helicóptero Museu Sea King
Helicóptero Museu Sea King, modelo anfíbio criado para a US Navy (Foto: DiPo)

Os veículos estão logo na entrada. Só não é possível entrar em um deles, o blindado EE-9 Cascavel, que foi desenvolvido no Brasil nos anos 70 e teve várias unidades vendidas para diversos países do oriente médio e do continente africano.

Também na entrada está localizado o Helicóptero Museu Sea King. Criado nos EUA, é um modelo anfíbio utilizado especialmente para guerra anti-submarina. A Marinha do Brasil recebe exemplares deste helicóptero há 40 anos e há modelos com lançamento de mísseis. O alto custo para sua manutenção os colocou na reserva e somente duas unidades ainda estão em operação no Brasil.

O Contratorpedeiro Bauru foi trazido pelos EUA para o Brasil no final da Segunda Guerra Mundial (Foto: DiPo)

Os visitantes também se empolgam com as embarcações. O navio contratorpedeiro e o submarino são os principais alvos para selfies e aguçam a curiosidade infantil. Construído em 1943, durante a Segunda Guerra Mundial para a marinha norte-americana, o USS McAnn (DE-179) foi trazido para o Brasil em 1944 e rebatizado como Contratorpedeiro Bauru. Em 1981, foi descomissionado pela Marinha do Brasil. Totalmente reformado, em 1982 o Bauru se transformou em um Navio-Museu. Dentro do navio há uma exposição permanente sobre a Segunda Guerra Mundial e a atuação do Brasil nesta guerra. Quase todo o espaço do navio é aberto para a visitação.

O campeão de interesse dos visitantes do Espaço Cultural da Marinha é o Submarino-Museu Riachuelo. Construído na Inglaterra, o submarino foi inaugurado em 1975 e comissionado à Marinha do Brasil em 1977. O veículo fez parte de operações nas Américas e Europa durante 2 décadas, em 1997 foi descomissionado e em 1998, transformado em museu. Dentro do submarino é possível conhecer um pouco do cotidiano dos tripulantes e seu diminuto espaço de convívio. Manequins são usados para demonstração. Pessoas com dificuldade locomoção ou claustrofóbicas são orientadas a não fazer o percurso interno no submarino.


LEIA MAIS

Férias agitam Centro Cultural José Bonifácio

Teresópolis Blues Festival acontece neste fim de semana

Cena Portuária: Oficina de teatro grátis na Gamboa abre inscrições


A Nau Capitânia, também conhecida como Nau do Descobrimento, faz parte do circuito do Espaço Cultural da Marinha, mas não está disponível para acesso. A embarcação se encontra em reforma e sem previsão para reabertura. Construída na Bahia para as comemorações dos 500 anos do Brasil, a nau custou R$ 3,8 milhões aos cofres públicos e é lembrada por ter afundado em sua primeira viagem.

Localizado nas antigas docas da Alfândega, em frente à Avenida Presidente Vargas, o Espaço Cultural da Marinha foi inaugurado em 1996. O prédio construído para abrigar o espaço teve sua arquitetura inspirada em uma construção portuguesa do século XVIII, a Cordoaria Nacional de Lisboa. Desde 2017, o local está sendo reformado para receber o novo Museu Marítimo do Brasil, que contará com uma arquitetura contemporânea e revestimento de aço patinado, 3 vezes mais resistente à corrosão. A obra, entretanto, ainda não tem prazo para finalização.

Com o prédio museológico em obras, as peças que antes faziam parte de seu acervo, foram realocadas para o Museu Naval, na Praça XV. É possível fazer todo o trajeto do Centro Cultural da Marinha para o Museu Naval seguindo a Orla Conde. São 7 salas de exposição permanente para visitação no primeiro andar:

  • Sala 1 – Descobrimento e Colonização
  • Sala 2 – Intrusos e Invasores
  • Sala 3 – Expansão e Independência
  • Sala 4 – O Poder Naval como Instrumento da Política Nacional
  • Sala 5 – A Guerra da Tríplice Aliança contra o Paraguai (navios de madeira)
  • Sala 6 – A Guerra da Tríplice Aliança contra o Paraguai (navios encouraçados)
  • Sala 7 – O Emprego Permanente do Poder Naval
Diferentes navios miniaturizados ajudam a contar a história da navegação brasileira no Museu Naval (Foto: DiPo)

As maquetes e reproduções apresentadas na exposição permanente ressaltam detalhes e ajudam a contar a história do Brasil. Miniaturas realistas em madeira de galeões e caravelas chamam a atenção. As histórias das guerras marítimas travadas no Brasil são contadas através da ótica militar e batalhas pouco conhecidas dos brasileiros são lembradas e explicadas ao público.

O segundo andar do museu é dedicado ao Almirante Tamandaré, patrono da Marinha do Brasil. É também nesse andar que se realizam as exposições temporárias. O Museu Naval ainda conta com uma sala de Ação Educativa e no pátio interno, Pátio d’Armas, um móbile com mais de 50 pássaros representa as aves marinhas encontradas no território nacional. No piso do pátio estão expostos uma mina da época da Segunda Guerra e um torpedo B-57, de 1894.

O Complexo Cultural da Marinha é uma boa opção tanto para turistas de passagem pela cidade como para moradores do Rio. Além de oferecer diferentes propostas para visitação, também permite conhecer pormenores pouco conhecidos da história do Brasil.

 

Serviço

Espaço Cultural da Marinha

Endereço: Orla Conde, Praça XV, Rio de Janeiro, RJ.

Horário: De terça a domingo, das 11h às 16h30.

Preço: R$ 12,00 (inteira) e R$ 6,00 (meia)

Museu Naval

Endereço: Rua Dom Manuel 15, Praça XV, Centro, Rio de Janeiro, RJ.

Horário: De terça a domingo, das 12h às 17h

Preço: Gratuito

Ilha Fiscal

Acesso: Espaço Cultural da Marinha

Horário: 12h30, 14h00 e 15h30

Preço: R$ 36,00 (inteira) e R$ 18,00 (meia)



Warning: Unknown: write failed: No space left on device (28) in Unknown on line 0

Warning: Unknown: Failed to write session data (files). Please verify that the current setting of session.save_path is correct (/tmp) in Unknown on line 0