'Esgotômetro' revela tragédia do saneamento no país | Diário do Porto


Meio Ambiente

‘Esgotômetro’ revela tragédia do saneamento no país

Site do Instituto Trata Brasil cria ”Esgotômetro” e contabiilza mais de 1 milhão de piscinas olímpicas de esgoto despejadas na natureza sem tratamento

26 de julho de 2021

Águas do Rio começa gestão com obrigações para o saneamento da Baía de Guanabara (foto: Praia da Bica / Ilha do Governador)

Compartilhe essa notícia:


Com o intuito de tornar mais claras as informações sobre saneamento, o Instituto Trata Brasil (www.tratabrasil.org.br) atualizou seu site com criação do ”Esgotômetro”. Inspirado no famoso impostômetro, o site quer chamar mais atenção para a precariedade dos serviços de saneamento no país.

Segundo o “Esgotômetro”, desde 1º de janeiro de 2021, o país já despejou mais de 1,06 milhão de piscinas olímpicas com esgoto sem tratamento na natureza e o número segue aumentando. O total acumulado equivale a 2,5 bilhões de litros. Para se ter uma ideia, de todo o esgoto gerado no país, estima-se que somente 46% seja tratado.

Pelo site é possível se ter acesso aos principais dados sobre os serviços de saneamento no Brasil com base no SNIS (Sistema Nacional de Informações sobre Saneamento) e no Painel Saneamento Brasil. Eles revelam que atualmente quase 100 milhões de brasileiros (46%) não têm acesso à coleta de esgoto (SNIS 2019).  Atualmente há cerca de 1,7 milhão de casas sem acesso a banheiro no Brasil, o que afeta mais de cinco milhões de pessoas.


LEIA TAMBÉM:

Prata e bronze no Japão

Sorrisos ocultos na Terra do Sol Nascente

Itatiaia pode ter neve, com nova frente fria no Rio


Tecnologia a serviço do saneamento

Em seguida é possível acessar o Painel Saneamento Brasil (https://www.painelsaneamento.org.br/) que possui os indicadores socioeconômicos e de saneamento de mais de 893 localidades em todo o Brasil. No portal é possível comparar e explorar os indicadores como acesso à água tratada, coleta e tratamento de esgoto em diferentes cidades do país.

 

Saneamento
Baía é poluída por chorume e ligações de esgoto clandestinas (foto Alexandre Macieira/Riotur)

No site o internauta pode encontrar mais informações sobre os embaixadores e associados do Trata Brasil, todos os episódios do podcast “Falando de Saneamento”, informações institucionais e muito mais. Acesse e confira:

http://www.tratabrasil.org.br/.


/