Empresas privadas fazem doações para o combate ao coronavírus | Diário do Porto


Solidariedade

Empresas privadas fazem doações para o combate ao coronavírus

Entre as doações de empresas, R$ 45 milhões estão indo para a construção de um hospital de campanha. Fábricas de carros estão consertando respiradores

9 de abril de 2020

Empresas estão fazendo doações para a abertura de um hospital de campanha no Leblon, que estará pronto até o fim do mês, assim como o do Riocentro (foto: Prefeitura / Divulgação)

Compartilhe essa notícia:


Em meio à pandemia do novo coronavírus, empresas privadas estão se mobilizando e fazendo doações para reduzir os impactos negativos da crise. Um exemplo é a parceria para a construção do hospital de campanha do Leblon, na Zona Sul do Rio, para o qual estão estão sendo doados R$ 45 milhões.

Com previsão para entrega no final deste mês e tempo de duração até agosto, o hospital está sendo erguido no terreno pertencente ao 23º Batalhão de Polícia Militar. A Rede D’Or São Luiz, rede de hospitais privados, está doando R$ 25 milhões e fará a gestão do hospital. O restante do valor, R$ 20 milhões, será dividido entre as Lojas Americanas, Banco Safra e Instituto de Petróleo, Gás e Biocombustíveis.

A estrutura contará com 200 leitos, 100 deles de UTI, e terá laboratório de patologia clínica, tomografia digital, radiologia convencional, aparelhos de ultrassom e ecocardiograma.

A Rede D’Or São Luiz tem também uma outra parceria, dessa vez com a Dasa (empresa de medicina diagnóstica) e Amil (operadora de planos de saúde), para reabrir 140 leitos do Rio de Janeiro que fazem parte do SUS, mas que atualmente estão fechados por falta de equipamentos. Ainda com a liderança dessa rede de hospitais privados, em conjunto com pessoas físicas, devem ser reabertos 40 leitos no Hospital Universitário Pedro Ernesto, da Universidade do Estado do Rio de Janeiro (UERJ). A estimativa é de que cada leito custe R$ 100 mil.

Respiradores

A falta de respiradores, essenciais para casos graves da Covid-19, a doença causada pelo coronavírus, e a dificuldade crescente para aquisição no mercado internacional, impulsionou 9 montadoras de veículos instaladas no Brasil a se mobilizarem para realizar o conserto dos aparelhos que estão com avarias e devolvê-los para os hospitais.

Cerca de 600 aparelhos estão sendo retificados pela Fiat, Ford, General Motors, Honda, Jaguar Land Rover, Jeep, Renault, Scania e Toyota, empresas localizadas nos Estados do Rio de Janeiro, São Paulo, Bahia, Rio Grande do Sul, Santa Catarina e Paraná.

Testes

Profissionais da rede municipal de Saúde começaram a ser testados com material doado pela campanha nacional “Unidos contra o Coronavírus”, uma iniciativa de um grupo de empresários brasileiros. No primeiro dia, foram feitos exames em 25 funcionários do Hospital Municipal Ronaldo Gazolla, em Acari, na Zona Norte, com 100% de resultados negativos para a infecção pelo vírus. Depois de terminada nessa unidade, a testagem seguirá para outras da rede municipal, incluindo as da Atenção Primária (Centros Municipais de Saúde e Clínicas da Família).

Sangue

A empresa Facebook, gigante da rede social, está expandindo uma ferramenta de doação de sangue no Brasil, que inclui todos os hemocentros do país e os conecta a doadores cadastrados, cerca de 10 milhões de pessoas.

Moradores de rua

Empresas estão realizando doações para beneficiar moradores de rua, por meio da Prefeitura do Rio. Os 1.440 detergentes doados pela Limppano são parte de um kit de higiene que vem sendo distribuído para essa população. Já a rede de lojas Casa & Video fez doação para abrigos no Sambódromo e no Santo Cristo, com itens como roupas de cama, toalhas de banho, ventiladores, descartáveis e alimentos não perecíveis.

Para facilitar as doações, a Prefeitura criou o Fundo Emergencial de Combate ao Coronavírus (FECC), que funcionará até o fim da pandemia. Empresas e pessoas físicas podem realizar doações ao Fundo para ações contra o coronavírus. Haverá prestação de contas à Câmara Municipal e os gastos serão publicados a cada 15 dias. O prefeito Marcelo Crivella anunciou que doará seu salário de abril para o fundo. Para doar, basta realizar o depósito na conta criada para o Fundo: Banco do Brasil | agência: 2234-9 | conta: 295.019-7


LEIA MAIS

Pandemia fecha lojas e comerciantes abandonam gatos

Witzel libera 30 cidades do isolamento social. Veja lista

Empresas reclamam que bancos dificultam empréstimos na crise


 

 


/