Edifício Aqwa, no Porto Maravilha, recebe a Icatu Seguros | Diário do Porto

Empresas

Edifício Aqwa, no Porto Maravilha, recebe a Icatu Seguros

Novas empresas chegam ao Aqwa Corporate, um dos mais modernos edifícios da cidade, que tem protocolos contra a expansão da pandemia

15 de abril de 2021
Aqwa Corporate terá início das obras dos escritórios da Enel Brasil em dois meses (foto: Aqwa / Divulgação),


Compartilhe essa notícia:


A Icatu Seguradora deve ocupar até o final deste mês seus 5 andares no Aqwa Corporate, no Porto Maravilha, um dos mais modernos edifícios empresariais do Rio. A novidade chega ao mesmo tempo em que a Enel Brasil finalizou o projeto para suas instalações em 4 andares do mesmo prédio, já tendo contratado a empresa que realizará as obras.

A Enel Brasil, com cerca de 17 milhões de clientes residenciais, comerciais, industriais, rurais e do setor público, é a maior empresa privada do setor elétrico do país. Já a Icatu Seguros tem 6,5 milhões de clientes e gere cerca de R$ 60 bilhões.

A chegada das duas sinaliza que mais 2.900 pessoas irão ocupar postos de trabalho no Aqwa, quando houver o controle da pandemia e o retorno das atividades normais. Atualmente as empresas trabalham com a maior parte de seus funcionários em home office.

Durante o período da pandemia, a direção do Aqwa adotou protocolos de segurança que incluem maior distanciamento entre os postos de trabalho, uso de máscaras obrigatório e álcool em gel em vários pontos do edifício. Cada empresa faz as adaptações do protocolo conforme suas próprias normas sanitárias.

Aqwa tem 80% das áreas contratadas

Quando for possível ocupar todos os postos de trabalho atualmente previstos nos 21 andares do prédio, cerca de 6.000 pessoas trabalharão ali diariamente. Cerca de 80% de todas as áreas disponíveis do Aqwa já estão contratadas.

Isso inclui 550 pessoas da Fábrica de Startups, aceleradora de startups portuguesa que ocupa um andar do prédio; os 700 empregados nos escritórios de advocacia Licks Advogados, Tauil & Chequer e M.J. Alves e Burle, em dois andares; e os 600 postos de trabalho do coworking Studio, que ocupa um andar.

Desde o final do ano passado, a Caixa Econômica Federal instalou os escritórios de sua alta direção também no Aqwa, ocupando 3 andares.


LEIA TAMBÉM:

Nissan exporta o Novo Kicks para a Argentina

Porto do Açu planeja primeira usina de hidrogênio verde do país

Rio investe no turismo de proximidade