DIÁRIO DO PORTO adota identidade visual mais leve | Diário do Porto


Geral

DIÁRIO DO PORTO adota identidade visual mais leve

Logomarca tem traços inspirados dos armazéns do porto, nos edifícios modernos, no Museu do Amanhã, no VLT e na Baía de Guanabara

28 de janeiro de 2019



Compartilhe essa notícia:


O DIARIO DO PORTO está de roupa nova. Após 11 meses, uma identidade visual foi preparada para deixá-lo mais leve e fácil de navegar. O novo projeto segue a tendência mobile first, de priorizar o celular – e não mais o desktop – no ordenamento do conteúdo e nos elementos gráficos.

“Já tínhamos esse planejamento, e a observação do público do site não deixou dúvidas. Hoje, mais de 80% dos visitantes entram pelo celular”, explica o desenvolvedor e webdesigner Marcelo Soares, responsável pela manutenção do site.

Nova logomarca do Diário do Porto, por Paulo Márcio Esper
Nova logomarca, por Paulo Márcio Esper

O novo visual segue a linguagem de uma logomarca, que também cumpre o objetivo de buscar leveza e adequação no conteúdo do site ao comportamento do leitor. A logomarca nova foi criada pelo designer Paulo Márcio Esper. Ele partiu das sugestões de leitores e amigos do site, de retratar, além dos armazéns avermelhados do porto do Rio, as construções contemporâneas que estão empurrando a região para o futuro.

A silhueta estilizada de um edifício moderno, em azul, e o traço de um armazém em vermelho estão unidos por linhas em paralelo. Elas remetem aos trilhos do VLT e, ao mesmo tempo, sugerem o balanço das águas da Baía de Guanabara. No prédio em azul, Esper ainda fez um puxadinho para lembrar o Museu do Amanhã, coração da transformação da região em um dos pontos turísticos mais visitados do Brasil.

União do antigo com o novo

“Optamos por uma estética moderna com design linear. Por isso, a união dos símbolos do histórico com o novo, mantendo as cores azul e vermelho do mar, do tijolo, dos galpões e armazéns”, diz Paulo Márcio.

Outra mudança importante, destaca o editor Aziz Filho, foi para dar mais “liberdade” à veiculação das matérias, priorizando as últimas notícias na rolagem da tela do celular. Em vez de agrupar as matérias em uma área fixa no site, as editorias serão  representadas pelas cores dos trilhos que separam as chamadas.

As matérias da editoria de Negócios serão indicadas pela cor verde dos elementos gráficos. As de Cultura e Lazer estarão em laranja, e as da editoria Geral (Economia, Política, Cidade etc), em azul.

“Esperamos facilitar a leitura. E contamos com a compreensão do pessoal em caso de alguma instabilidade nesses primeiros dias. Toda mudança dá trabalho, mas vamos seguir com o esforço para não decepcionar”, diz o editor. “Esperamos que as mudanças agradem. Foram feitas com carinho.”


/