Sebrae/RJ vai selecionar 48 projetos de audiovisual

centro_de_referencia_do_artesanato_bras
Evento sobre desafios do audiovisual acontece no CRAB, na Praça Tiradentes (Foto: Divulgação)

O setor de audiovisual no Brasil vive um bom momento, impulsionado pelo aumento exponencial da produção de obras seriadas e não seriadas para a TV, proporcionado pela Lei 12485/11 (Lei SeAC) e pelo surgimento contínuo de novos agentes econômicos e pelas receitas crescentes. Para incentivar ainda mais os pequenos negócios neste segmento, o Sebrae/RJ selecionará 48 projetos, por meio de edital, para a capacitação, desenvolvimento e estruturação de carteiras de projetos.

O objetivo do Programa do Sebrae/RJ de Aceleração da Escola de Séries é ampliar a competitividade do mercado e promover sua sustentabilidade. Gratuito, com duração de dois meses e desenvolvido em parceria com a Escola de Séries, o programa é voltado para microempreendedores individuais (MEIs) e empresários de microempresa e de pequena empresa do setor audiovisual. Inscrições abertas até 19 de agosto pelo www.escoladeseries.com.br

Para debater os novos desafios para o desenvolvimento deste importante setor da economia o CRAB – Centro Sebrae de Referência do Artesanato Brasileiro (Praça Tiradentes, 69 – Centro, Rio de Janeiro) recebe nesta terça-feira, dia 7 de agosto, às 11h, a palestra da roteirista e escritora Sônia Rodrigues, coordenadora pedagógica do programa do Sebrae/RJ, e também da produtora Ana Cecília Springedeldt.

Futuro dos negócios criativos

Ainda no CRAB, às 15h, acontece a nova edição do evento Conexões Criativas, com palestra de Lala Deheinzelin, sobre o futuro dos negócios criativos.  Indicada pela P2P Foundation como uma das 100 Mulheres que estão cocriando a sociedade colaborativa, na categoria de “Pioneiras e Defensoras nos Negócios e Economia Ética”, ela está entre as três maiores futuristas das Américas Latina e Central.

Pioneira no ramo da economia criativa, é autora do livro ‘Desejável Mundo Novo’, lidera e coordena o Movimento Crie Futuros, case de inovação em reuniões voltadas à investigação do futuro em diversos países (Estados Unidos, México, Espanha, China e Japão), criadora da Fluxonomia 4D – ferramenta de gestão estratégica que combina Estudos de Futuro e Novas Economias, além de coordenar a primeira pós-graduação em Economia Criativa e Colaborativa da ESPM, em Curitiba (PR).

Leia ainda

Artesanato, samba e negócios criativos na Praça Tiradentes

Fonte: Sebrae/RJ, com Redação

Todas as Notícias