Deputado quer ponto de Uber na Rodoviária do Rio | Diário do Porto


Mobilidade

Deputado quer ponto de Uber na Rodoviária do Rio

Para evitar mais multas a motoristas, já que só táxi pode embarcar passageiros, ofício de deputado à CE-Rio solicita ponto de Uber na Rodoviária do Rio

6 de maio de 2022

Presidente da CET-Rio, Joaquim Dinis recebeu o deputado Alexandre Freitas (Divulgação)

Compartilhe essa notícia:


A exemplo do Aeroporto Santos Dumont, a Rodoviária do Riotambém deve ter um ponto de embarque para passageiros de Uber e outros aplicativos. Um requerimento foi formalizado pelo deputado estadual Alexandre Freitas (Podemos) à Companhia de Engenharia de Tráfego do Rio (CET-Rio) para a criação de um ponto específico destinado ao embarque em veículos particulares por aplicativos de transporte.

Não há ponto de Uber na rodoviária, só para táxi, e veículos particulares ou por aplicativos só podem desembarcar passageiros. O embarque é sujeito à multa.

Esta semana, Alexandre Freitas foi recebido pelo presidente da CET-Rio, Joaquim Dinis, para discutir a demanda, acompanhado do presidente do Sindicato dos Prestadores de Serviços Por Meio de Apps e Software para Dispositivos Eletrônicos do Rio de Janeiro e Região Metropolitana (SindMobi Rio), Luís Albuquerque.

 


LEIA TAMBÉM:

Armazém da Utopia encara a fome em ‘Morte e Vida Severina’
InovAÇÃO RIO: R$ 40 milhões para empresas de 37 cidades
Arcos da Lapa quase prontos para cariocas e turistas

 

Na reunião, Freitas informou que seu gabinete tem recebido, por meio do SindMob Rio, diversas denúncias da ocorrência excessiva de multas na Rodoviária do Rio. O deputado aproveitou o ofício para também pedir “ações que garantam a ordem pública, em especial o remanejamento adequado dos camelôs que ocupam irregularmente a ilha central em outro local”.

Na semana passada, Freitas e o presidente do Sindicato foram à rodoviária verificar o problema e discutiram algumas opções de local para o ponto de embarque dos veículos por aplicativo com gerente-geral da Novo Rio, Marcello Meirelles, que também participou da reunião na CET-Rio.