Navegação

Coronavírus abre crise em transporte de contêineres

Redução do transporte por contêineres deve afetar a economia do setor nos próximos meses. Redução maior será entre Estados Unidos e Europa

17 de março de 2020
Pandemia vai afetar mercado de transporte em contêineres (Deposit Photos)

Compartilhe essa notícia:


O transporte de contêineres, que já sofreu uma redução entre o fim de 2019 e o primeiro trimestre de 2020, enfrentará declínio com a expansão do COVID-19. A Associação Americana de Autoridades Portuárias (AAPA) alertou contra a potencial redução de carga da Europa nos próximos meses devido à pandemia.

Enquanto a China anuncia o início da recuperação dos impactos do coronavírus, com os principais portos marítimos do país recuperando a carga de exportação e aceitando importações, outras partes do mundo, especialmente Europa e América do Norte, esperam o pico da doença.


LEIA TAMBÉM:

Pandemia de coronavírus encerra a temporada de navios

Governador anuncia emergência para combater coronavírus

Cesar Barbiero: troca de presidente na Cdurp surpreende empresários


Agora, a Europa é o continente mais atingido pelo COVID-19, especialmente Itália, Espanha e, mais recentemente, França enfrentando os piores efeitos da doença. Deve ser grande o impacto sobre o comércio entre a Europa e a América do Norte neste e nos próximos meses.

De acordo com o serviço que mede a intensidade das trocas comerciais da Organização Mundial do Comércio (OMC), o crescimento do comércio global enfraqueceu no final de 2019 e no primeiro trimestre de 2020, mesmo sem ainda refletir totalmente o impacto econômico do vírus COVID-19.