Imóveis

Construtoras prometem descontos para imóveis residenciais

Descontos serão de, no mínimo, R$ 3 mil. Com 600 mil trabalhadores, as construtoras não foram impedidas de continuar as atividades durante a pandemia

26 de abril de 2020
As construtoras de imóveis residenciais e comerciais têm cerca de 600 mil trabalhadores (foto: Agência Brasil / Elza Fiúza)

Compartilhe essa notícia:


Após a Caixa Econômica Federal ter anunciado um pacote de incentivos para compra de imóveis residenciais, uma campanha de entidades do setor está estimulando as construtoras a darem descontos, de no mínimo R$ 3 mil, nos próximos 60 dias. As empresas que aderirem vão se identificar por meio de peças publicitárias.

A iniciativa visa criar condições para que as construtoras mantenham suas atividades e empregos, ao mesmo tempo em que promove oportunidades de negócios para os compradores. O setor de construção civil é uma das atividades econômicas que não foram obrigadas a parar os trabalhos, na pandemia do coronavírus.

A campanha, chamada de “Vem Morar”, atinge imóveis de categorias que vão desde o Minha Casa Minha Vida até os de alto padrão, e os descontos devem crescer na medida em que aumenta o valor de mercado do empreendimento.

Por trás da mobilização das construtoras, estão a Câmara Brasileira da Indústria da Construção (CBIC) e a Associação Brasileira das Incorporadoras Imobiliárias (Abrainc). A iniciativa conta com o apoio da Caixa, que está autorizando o uso de sua marca nas peças de venda das construtoras que aderirem à campanha.


LEIA MAIS:

Porto do Rio quer aumentar movimento com navegação noturna

Prosseguem as obras da nova sede da Caixa Econômica, no Porto

Nova Friburgo mobiliza confecções para produzir máscaras


O pacote de incentivos da Caixa dá 6 meses de carência para os compradores iniciarem o pagamento de novos financiamentos de imóveis residenciais. Para os financiamentos que já foram feitos, o banco está concedendo 3 meses de paralisação na quitação das parcelas.

Segundo o presidente da Abraic, Luiz França, o setor da construção de empreendimentos residenciais e comerciais tem 87% dos canteiros de obras em atividade. Entre os 600 mil operários, apenas 4 casos de contaminação por coronavírus teriam sido confirmados, sem ocorrência de mortes. “As vendas permitirão um novo ciclo de lançamentos futuramente e vai ajudar a preservar os empregos”, afirmou França.

Já o o presidente da CBIC, José Carlos Martins declarou que “numa campanha como esta, estamos tentando restabelecer o que tínhamos planejado. Não é um acréscimo, mas sim uma tentativa de manter o plano de vendas”, numa ação que vai facilitar a retomada das atividades econômicas, quando houver o fim das medidas de isolamento social por causa da Covid-19.