Cearense ganha o Miss Plus Size, e vice fica com o DF | Diário do Porto


Empreendedorismo

Cearense ganha o Miss Plus Size, e vice fica com o DF

Dezessete candidatas entre 18 e 45 anos disputam a terceira edição de concurso nacional. Segmento de moda para manequim acima de 44 cresceu 8,1%

24 de novembro de 2018

A cearense Talita Silva dos Reis, 27 anos, é coroada Miss Plus Size Nacional (Foto divulgação)

Compartilhe essa notícia:


A cearense Talita Silva dos Reis, 27 anos, é coroada Miss Plus Size Nacional
A cearense Talita Silva dos Reis, 27 anos, é coroada Miss Plus Size Nacional (Foto divulgação)

Elas são bonitas, elegantes e não estão nem aí para o que alguns podem chamar de ‘quilos a mais’. Dezessete candidatas entre 18 e 45 anos, que vestem manequim acima de 44, concorreram, sábado, à terceira edição do Concurso Miss Plus Size Nacional. A coroada foi Talita Silva dos Reis, de 27 anos, representante do Ceará. Ela pesa 101 quilos, tem 1,70 metro e veste manequim 46.

“Se amem, quando você sabe quem é na essência, quando se ama de verdade, você pode conquistar o mundo”, disse a miss na cerimônia. Ela disse ser impossível descrever a emoção que sentiu ao ouvir o anúncio de sua vitória “depois de muito trabalho, muita luta”.

Joelma Alves, do Distrito Federal, foi a vice, e a Priscila Andrade, de São Paulo, a terceira. Tayane Andrade, da Bahia, foi escolhida pelo público como a Miss Popularidade. Magali Dutra, de Minas Gerais, é a Miss Plus Size Nacional Elegant.

Focado em revelar musas que desafiam os padrões de beleza vigentes, o evento contou com representantes de 16 estados e um do Distrito Federal.  Do Rio de Janeiro, a concorrente foi Nicole Santana. 

“Muitas meninas, através dos concursos, empoderam-se em busca de oportunidade e

Louise Reys, de Alagoas
Louise Reys, candidata de Alagoas no Concurso Miss Plus Size (Foto: Divulgação)

de visibilidade, acreditando na economia no segmento que a cada ano torna-se crescente. Atualmente, temos uma população acima do peso com mais de 120 milhões de brasileiros usando confecção com tamanhos a partir do manequim 44/46. Não estamos falando de minorias”, destaca o organizador do evento, Eduardo Araúju.

Segundo ele, é um mercado consumidor ignorado pela moda. Apesar disso, em 2018, espera-se uma alta de 8,1% nesse segmento, segundo a Associação Brasil Plus Size (ABPS)Eduardo Araúju é especialista em inspirar mulheres a superar dificuldades. Foi maquiador da cantora Elza Soares durante 30 anos e atuou como professor de modelos e manequins e realizador do primeiro Miss Plus Size Carioca Oficial no Rio de Janeiro, em 2010.

Segundo Eduardo, foram tantos pedidos de outros estados para realizar mais edições do concurso regional, que, em 2016, decidiu colocar em prática a primeira edição do Miss Plus Size Nacional. Além do concurso, ele está envolvido no lançamento da edição 2019 do ‘Senhoras do Calendário’ e do ‘Miss Rua’, projeto que promoveu oficinas e desfiles com candidatas em situação de rua. O Concurso Miss Plus Size Nacional é desenvolvido com parceria com Marcos Salles, diretor geral do concurso.

Mais sobre o concurso

O júri presencial escolheu as cinco candidatas aos títulos: Miss Plus Size Nacional Elegant, Miss Plus Size Nacional segundo e terceiro colocadas, Melhor Traje Típico e a grande vitoriosa ao título Miss Plus Size Nacional 2018. A Miss Plus Size Fotogenia será escolhida por fotógrafos convidados em sistema virtual. Já a Miss Plus Size Virtual será eleita por jurados virtuais e a Miss Simpatia,  pelo público durante o evento. Desta forma, haverá oito vencedoras. A contagem de pontos será realizada através de auditoria contratada para o evento.

As outras candidatas são  Louise Reys, de Alagoas; Tayane Andrade, da Bahia; Talita Reis, do Ceará; Joelma Alves, do Distrito Federal; Alaine Maria, do Maranhão; Mari Medeiros, do Mato Grosso do Sul; Magali Dutra, de Minas Gerais; Kellen Leão, do Pará; Jessica Plus, da Paraíba; Joana Kichler, do Paraná; Julia Barreto, de Pernambuco; Maria Clara, do Rio Grande do Norte; Bianca Moreira, do Rio Grande do Sul; Thais Messchimidt, de Roraima; Paloma Andrade, de Santa Catarina e Priscila Andrade, de São Paulo.

oelma Alves - Distrito Federal - Foto Bruno Chagas
Joelma Alves representa o Distrito Federal (Foto Bruno Chagas)

 


/