Circo Crescer e Viver anuncia transição energética | Diário do Porto


Sustentabilidade

Circo Crescer e Viver anuncia transição energética

Com apoio da Prefeitura e da ONG Revolusolar, Circo Crescer e Viver na Cidade Nova vai trocar energia elétrica convencional por fonte solar

9 de março de 2022

Circo Crescer e Viver vai trocar energia elétrica por solar (divulgação/Nextel)

Compartilhe essa notícia:


A Prefeitura do Rio lança amanhã do projeto “Circo Solar”. O objetivo da ação é promover a transição energética do Circo Crescer e Viver da luz elétrica convencional para energia solar e com isso oferecer capacitação técnica em energia fotovoltaica para 20 jovens dos bairros da Cidade Nova, Estácio e adjacências. Com isso o “Circo Crescer e Viver” vai se tornar o primeiro espaço cultural do Rio de Janeiro  a gerar 100% de toda energia que consome em suas atividades, shows e oficinas.

Em novembro de 2021, o Circo adotou um sistema de coleta seletiva em parceria com a start up Minha Coleta. O primeiro relatório de Impacto Ambiental revela o sucesso do projeto.

Em dezembro de 2021 foram geradas pouco mais de meia tonelada de resíduos, sendo 100% deles recicláveis, já que 19,5% deste total foram de resíduos orgânicos transformados em composto para adubo para projetos de agricultura urbana, comunitária e sustentável apoiados pelo Circo.

Outro propósito da iniciativa é promover ações de educação ambiental para crianças do projeto Circo Social, que há 16 anos desenvolve projetos para crianças, jovens e adolescentes da região. A iniciativa é uma parceria da ONG Revolusolar e da Secretaria Municipal de Meio Ambiente.

Confira a programação do evento

18hAbertura do Circo

20h – Roda de Diálogo – “Desafio climático brasileiro e transição energética de territórios populares”

Debatedores:

Eduardo Cavaliere (secretário Municipal de Meio Ambiente da Cidade do Rio de Janeiro), Ana Paula Grether (coordenadora de ESG da VIBRA), Ilan Cuperstein (vice-diretor regional da C40 para América Latina), Fabio Corte (Gerente Executivo de Transformação Estratégica do ONS), Eduardo Ávila (diretor executivo da Revolusolar) e Renier Molina (diretor de Projetos e Desenvolvimento do Circo Crescer e Viver).


LEIA TAMBÉM:  

Base do Centro Presente na Praça XV seguirá fechada durante madrugadas

RJ e Nasdaq vão criar Bolsa de Valores verde

Retomada dos Cruzeiros levará 40 mil passageiros ao Pier Mauá


/