Cinema de alto nível no CCBB: o Realismo Social de Mike Leigh

Serão 24 filmes representativos do Realismo Social do cineasta Mike Leigh. Programação tem masterclass, debates e sessão acessibilidade

Filmes de Mike Leigh em exibição no CCBB
Obra de Mike Leigh ganha retrospectiva de 5 a 22 de dezembro no CCBB (Foto: Simon Mein/Divulgação)

Um dos cineastas mais originais da Inglaterra nas últimas décadas ganhará retrospectiva de sua obra no CCBB. A mostra “O Realismo Social no Cinema de Mike Leigh” estará aberta ao público de hoje (5) a 22 de dezembro. A programação inclui, em paralelo às exibições, duas mesas de debates e uma masterclass com o professor Dr. João Luiz Vieira, da UFF. Com ingressos a R$10, a estrutura conta com uma sessão acessibilidade de “Hard Labour” (1973).

A mostra apresenta obras de Mike Leigh ao longo de quase 50 anos. Entre os filmes selecionados, alguns sequer estrearam nas salas comerciais brasileiras, como “High Hopes” (1988) e “Naked” (1993). Entre os três curtas e 21 longas, ainda serão exibidos trabalhos para a televisão. Destes, obras como “Abigail’s party” (1977) e “Four days in July” (1984). O patrocínio é do Banco do Brasil, com incentivo da Lei Rouanet e produção da Prama Comunicação. A curadoria ficou por conta de Hans Spelzon e Tunico Amancio.

O Realismo Social

A consolidação da produção de filmes do estilo realista social ocorreu nos anos oitenta, com TVs britânicas produzindo com baixo orçamento. Pode-se explicar a predominância do estilo a partir das políticas neoliberais de Margareth Thatcher (primeira ministra inglesa de 1979 a 1990), que ocasionaram forte recessão econômica com desemprego e perda de direitos sociais.

“O diretor se singulariza por apostar nos dramas de pessoas comuns em sua batalha cotidiana para sobreviver às adversidades, e com isto tece um mosaico sobre a vida contemporânea na Inglaterra”, diz o curador Tunico Amancio. Outra chave para o entendimento desse realismo social é “Meantime” (1984), produzido para o Channel 4. O filme tem no elenco nomes como Gary Oldman, Tim Roth e Alfred Molina.

Atividades extras

Masterclass

Dia 17/12, às 19h

Tema: “A mise-en-scène de Mike Leigh e a construção de um Realismo Social”

Na masterclass, o professor convidado João Luiz Vieira abordará os métodos elaborados por Mike Leigh na realização de seus filmes. Detalhará aspectos técnicos e artísticos referentes ao roteiro, ao desenho do som, à fotografia, à direção de atores, elementos essenciais para a construção da obra. A entrada é gratuita, com seleção de alunos através do e-mail realismomikeleigh@gmail.com. Os interessados devem enviar no corpo da mensagem as informações: nome, documento, ocupação, breve currículo e carta de interesse (com até 5 linhas).

Sessão Acessiblidade:

No dia 19/12, às 15h, haverá a sessão acessibilidade com legenda descritiva e audiodescrição do filme “Hard Labour” (1973). A entrada é gratuita.

Debates

Entrada gratuita, com retirada de ingressos uma hora antes na bilheteria. Capacidade: 98 lugares

Debate 1:

Dia 12/12, às 19h

Tema: “O Realismo Social no Cinema de Mike Leigh”

Os debatedores buscarão explicitar o que se entende por Realismo e Realismo Social, e como essa definição se encaixa na obra de Mike Leigh. Analisarão ainda quais são as bases e inspirações artísticas do diretor, estabelecendo as diferenças entre sua proposta de olhar para a sociedade e outras formas em que isso se deu na História do Cinema, como, por exemplo, no Neorealismo Italiano e no Free Cinema.

Debate 2:

Dia 19/12, às 19h

Tema: “Tendências contemporâneas no Cinema de Mike Leigh”

Os convidados buscarão expor os métodos de criação do diretor dentro das linhas que vêm sendo elaboradas pelo Cinema Contemporâneo. Nesta perspectiva, serão trazidos à tona os meios através dos quais Mike Leigh constrói o que se entende por Realismo Social na maioria de seus filmes: a relação com seus atores durante a escrita do roteiro, a direção destes atores, a direção da arte, a fotografia, o som. É a partir da discussão sobre estes elementos que surgirão detalhes sobre a singularidade estética de seus filmes, sua relação com os tradicionais gêneros cinematográficos e outros aspectos que dialogam com as tendências artísticas contemporâneas.

SERVIÇO

Mostra “O Realismo Social no Cinema de Mike Leigh”

Endereço: Rua Primeiro de Março, 66, Centro

(21) 3808-2020 | ccbbrio@bb.com.br

Funcionamento: de quarta a segunda, das 9h às 21h.

Datas: de 5 a 22 de dezembro

Lotações: 98 lugares (Cinema I)

Horários da Bilheteria: Das 9h às 21h.

Ingresso: R$ 10,00 (inteira) e R$ 5,00 (meia)

Classificação: consultar programação por sessão

Programação completa aqui.

Todas as Notícias