Cia. Docas projeta investimentos no Porto do Rio | Diário do Porto


Comércio

Cia. Docas projeta investimentos no Porto do Rio

Autoridade portuária irá investir para receber navios maiores, os Super Porta-Contêineres, e na instalação de moderno sistema de navegação

17 de outubro de 2021

Cia Docas vai investir para receber navios maiores no Porto do Rio (Divulgação/Cia. Docas)

Compartilhe essa notícia:


A Companhia Docas do Rio de Janeiro (CDRJ), Autoridade Portuária responsável pela administração dos Portos do Rio de Janeiro, Itaguaí, Niterói e Angra dos Reis, esteve presente no 40º Encontro Nacional de Comércio Exterior (ENAEX). A empresa foi uma das principais patrocinadoras do evento e divulgou as ações em andamento para a melhoria da infraestrutura portuária do porto do Rio, além de projetos para os outros portos administrados pela companhia.

No último dia do encontro, o diretor de Negócios e Sustentabilidade da CDRJ, Jean Paulo Castro e Silva participou do Painel 6: Logística no Comércio Exterior Brasileiro. Em sua fala, Jean Paulo destacou que a CDRJ está se preparando para receber navios maiores e que o Porto do Rio tem uma grande vantagem por possuir um calado natural profundo. Jean ressaltou ainda o crescimento dos portos administrados pela Companhia que, em 2020, movimentaram mais de 50 milhões de toneladas, o que representou um crescimento de mais de 30% esse ano.

Em sua apresentação, o diretor enfatizou que “com a recuperação da capacidade de investimento, a CDRJ já está investindo em licitação para obras de dragagem no Porto do Rio de Janeiro para receber navios de 366m” e que no Porto de Itaguaí já existe uma previsão para a dragagem do canal derivativo visando acabar com a espera para a entrada e saída de navios e reduzir o custo portuário.


LEIA TAMBÉM:

Centro Paineiras realiza doação de sangue para HEMORIO

Cristo Redentor será aceso por impulso elétrico vindo da Itália

Palácio Tiradentes recebe exposição de Dante Alighieri


Porto do Rio terá moderno sistema de navegação

Em relação ao investimento tecnológico, Jean abordou o ganho de eficiência com a implementação da sinalização náutica com o avanço na implantação do sistema VTMIS (sigla inglesa para Sistema de Gerenciamento e Informação do Tráfego de Embarcações) no Porto do Rio. No acesso terrestre, Castro destacou ainda o agendamento automatizado que dinamiza a entrada no porto e as melhorias nas vias férreas e rodoviárias.

O Painel, que teve como moderador o coordenador da Câmara de Logística Integrada da AEB – CLI, Jovelino Pires, contou com a presença de representantes do Ministério da Infraestrutura (Minfra), da Agência Nacional de Transportes Aquaviários (ANTAQ), dos Correios e dos Portos Portugueses de Sines e Algarve.