China discute investimentos com Governo do Rio | Diário do Porto


Investimentos

China discute investimentos com Governo do Rio

Empresas da China participaram de reunião sobre concessões de rodoviais estaduais, com representantes da Secretaria de Planejamento e Gestão

24 de junho de 2021

China abriu no ano passado a Escola Chinesa Internacional, no Rio, para crianças até a 6ª série (foto: Divulgação)

Compartilhe essa notícia:


Representantes do Governo do Rio estiveram reunidos com membros do Consulado Geral da China para discutir oportunidades de investimentos chineses no Estado. O interesse principal é para a participação no programa de concessões de serviços e rodovias estaduais, o FacilitaRJ.

A China já é o maior parceiro comercial do Rio. No ano passado, o Rio exportou US$ 9,8 bilhões, inclusive petróleo, para a China e importou US$ 2,9 bilhões, com saldo positivo de US$ 6,9 bilhões na balança comercial.

Na reunião, estiveram presentes a equipe da Secretaria estadual de Planejamento e Gestão, representantes do Consulado e de 4 grandes empresas chinesas da área de infraestrutura e ativos ambientais.

O secretário José Luís Zamith e a subsecretária de Concessões e Parcerias, Juliana Carlon, participaram das conversas sobre possíveis parcerias entre Rio e a China. No encontro se falou sobre a concessão de 2 lotes de rodovias estaduais, que totalizam aproximadamente 730 quilômetros.

Outro interesse do Governo do Estado é a passagem da gestão dos bondes de Santa Teresa para empresas privadas. Esse projeto já teve realizado o Procedimento de Manifestação de Interesse (PMI), que recebeu estudos de viabilidade.

China abriu no Rio sua primeira escola internacional

Segundo dados do boletim Rio Exporta, produzido pela Firjan Internacional, o comércio do Rio com a China, com exceção do setor de petróleo, cresceu 11% em 2020, totalizando US$ 455 milhões. Nas importações, também sem o petróleo, a China foi a principal origem das compras do Estado, com participação de 12% no total dos US$ 23,8 bilhões importados.

Os negócios de empresas da China no Rio são tão importantes que justificaram até mesmo a abertura no ano passado da Escola Chinesa Internacional, para crianças até a 6ª série do ensino fundamental, em Botafogo. Segundo a direção do estabelecimento, essa é a primeira escola com o modelo de ensino chinês no exterior. Lá os alunos têm aulas em mandarim – idioma oficial da China-, português e inglês.


LEIA TAMBÉM:

Presidente da Alerj vê riscos no Santos Dumont

Centro do Rio reage. Bar Luiz e Rio Scenarium estão de volta

Sacrifício do Galeão é isca para vender 3 aeroportos de MG