Centro do Rio aumenta em 24% a venda de residenciais | Diário do Porto


Imóveis

Centro do Rio aumenta em 24% a venda de residenciais

Aumento de novas moradias no Centro do Rio é resultado do projeto Reviver Centro, que busca fortalecer a economia da região

1 de junho de 2022

Centro do Rio começa a atrair novos moradores, após esvaziamento que começou antes mesmo da pandemia (Foto: Prefeitura Rio / Divulgação)

Compartilhe essa notícia:


O Centro do Rio de Janeiro está atraindo novos moradores. A venda de imóveis residenciais na região apresentou aumento de 24% nos quatro primeiros meses de 2022. Os dados são do Sindicato da Habitação do Rio e comparam a venda de imóveis desse ano com o mesmo período em 2019, ano anterior a pandemia de Covid-19.

As regiões dos bairros Santo Cristo, Catumbi, Saúde, Estácio, Paquetá, Cidade Nova e Santa Teresa também foram analisadas, e os números apresentados nessas áreas é ainda melhor. As vendas aumentaram mais de 107% entre o primeiro trimestre do ano passado e o mesmo período deste ano.  A infraestrutura e o comércio são alguns dos atrativos desses bairros.


LEIA TAMBÉM:

Retrofit do Hotel Glória anima moradores e comerciantes

Prefeitura publica edital para obras do Porto Maravalley

VLT tem aprovação de 88%, e conforto agrada a 92%


Reviver Centro estimula moradias na Região Central do Rio

O projeto Reviver Centro, lançado pela Prefeitura em julho de 2021, é um projeto para a recuperação urbanística, cultural e econômica da Região Central do Rio, que oferece estímulos para a construção de novos edifícios residenciais e também para a reforma e conversão de prédios antigos.

Neste ano, a Prefeitura recebeu quatro pedidos para novas construções e 12 para reconversão de imóveis. Segundo o secretário de Planejamento Urbano do Rio, Washington Fajardo, o objetivo do município é aumentar em 15% o número de moradores no Centro até 2024.


/