Cavalo-Marinho é o bicho do mês no AquaRio | Diário do Porto


Meio Ambiente

Cavalo-Marinho é o bicho do mês no AquaRio

Pequeno peixe de 15 centímetros foi escolhido pelo AquaRio para conscientizar o público sobre a importância do animal para o ecossistema marinho

4 de fevereiro de 2022

AquaRio promove mês de conscientização sobre a importância do cavalo-marinho para a vida marinha (divulgação/AquaRio)

Compartilhe essa notícia:


O pequeno cavalo-marinho (Hippocampus reidi) acaba de ganhar um mês dedicado a ele no AquaRio. Em fevereiro, atividades educativas e exposição de fotos farão parte do “Mês do Cavalo-Marinho”. A iniciativa busca conscientizar o público sobre a necessidade de conservação deste peixe.

A escolha para homenagear esse animal não foi por acaso. No Brasil, segundo o ICMBIO, existem três espécies, todas ameaçadas de extinção e classificadas como “vulneráveis”. O cavalo-marinho é extremamente importante para o ecossistema marinho, pois é um predador em seu habitat e, com isso, controla populações de animais que vivem associados às algas e esponjas, mantendo esse ambiente estabilizado.

O AquaRio está à frente de uma pesquisa sobre reprodução destes seres, visando sua conservação. Hoje, há quase 40 filhotes que nasceram no local.

“O cavalo-marinho é um animal fascinante e completamente diferente de todos os outros. Por isso o estudamos”, diz o biólogo Rafael Franco.

Sua principal característica está associada à gestação. É o macho que carrega os bebês em seu ventre por cerca de 16 dias. Em média, nascem cerca de mil  filhotes, uma estratégia para tentar chegar à fase adulta, já que a taxa de sobrevivência é muito baixa, pois os filhotes são facilmente predados na natureza.

Para ajudar na missão de conservação do cavalo-marinho, o AquaRio preparou uma série de atividades educativas para os visitantes. Uma delas é a “caça ao tesouro”, voltada para o público infantil. Durante a busca, as crianças deverão decifrar pistas com curiosidades sobre o cavalo-marinho. Haverá também o “tabuleiro humano”, que testa o conhecimento dos pequeninos sobre a espécie, além de transformar as crianças em peças do jogo. A garotada também terá a oportunidade de se transformar em pesquisadores para encontrar os cavalos-marinhos na instalação Costão Rochoso.

A partir do dia 11 de fevereiro, um teatrinho de fantoches está na programação do “Mês do Cavalo-Marinho”. As apresentações estão marcadas às 10h30 e 11h30. Aos fins de semana, a partir das 13h30, haverá as apresentações do projeto “Costurando Histórias”. De segunda à sexta, às 13h30, as edições do “AquaEduca” serão a atração no Grande Painel. Durante o bate-papo, o time de Biologia do AquaRio tirará dúvidas e mostrará curiosidades sobre o cavalo-marinho.

Ao final do circuito, estarão em exposição as fotos da exposição “Cavalos-Marinhos: desvendando o mar do Rio”.  As imagens foram cedidas pelos parceiros projeto “Cavalos-Marinhos do Rio”.

Serviço:

Aquário Marinho do Rio

Praça Muhammad Ali, Gamboa (em frente aos Armazéns 7 e 8 do Porto do Rio)          

Horário de funcionamento: De segunda à sexta, das 9h às 17h (com entrada no circuito até às 16h). Aos fins de semana e feriados, das 9h às 18h (com entrada no circuito até às 17h)   

 Informações e compra de ingressos: www.aquariomarinhodorio.com.br


LEIA TAMBÉM:

Novo restaurante do TJ RJ no Centro abre na terça-feira

Paes adverte investidores a evitarem Santos Dumont, se edital não mudar

China investe em ponte na Bahia que encarece 80%


/