Câmara aprova lei que garante Armazém da Utopia para uso cultural | Diário do Porto


Teatro

Câmara aprova lei que garante Armazém da Utopia para uso cultural

Câmara dos Vereadores aprova em definitivo lei que impede Armazém da Utopia, no Porto, de ser utilizado para outros fins que não sejam artísticos e sociais

4 de março de 2022

Câmara dos Vereadores aprova lei que garante uso restrito do Armazém da Utopia para atividades culturais e sociais (Alexandre Macieira/Riotur)

Compartilhe essa notícia:


A Câmara de Vereadores do Rio aprovou em definitivo o Projeto de Lei Complementar que restringe o uso do Armazém da Utopia, na Região Portuária do Rio, a atividades culturais e sociais. Aprovado em 2ª discussão, a matéria segue para sanção ou veto do prefeito Eduardo Paes.

O espaço é um armazém centenário com mais de cinco mil m² que desde 2010 é a sede do coletivo artístico e teatral Companhia Ensaio Aberto, que completa 30 anos em 2022. O local abriga o acervo de figurino com mais de duas mil peças, bem como o portfólio cenográfico de 27 espetáculos teatrais que estiveram em cartaz ali. Entretanto, o espaço vem sendo ameaçado de despejo desde 2019 em função de uma disputa pela posse do espaço com a Companhia Docas do Rio de Janeiro, estatal federal proprietária dos armazéns do Porto do Rio.

Armazém da Utopia tem vitória na disputa com Cia.Docas RJ

Um dos autores da proposta, o vereador Carlo Caiado (DEM) destaca que a recuperação da Zona Portuária é um ponto fundamental para a cidade do Rio e para o Centro da cidade. “Nossa proposta é atrair novos negócios e atividades, além de preservar quem já desenvolve um excelente trabalho, como é o caso do Armazém da Utopia, que merece continuar onde está, fazendo arte há mais de dez anos”, declarou o também presidente da Câmara.

Também assinam a matéria os vereadores Marcelo Arar (PTB), Reimont (PT), Alexandre Isquierdo (DEM), Rafael Aloisio Freitas (Cidadania), Chico Alencar (PSOL), Tainá de Paula (PT), Jorge Felippe (DEM), Dr. João Ricardo (PSC), Tarcísio Motta (PSOL), Cesar Maia (DEM), Marcos Braz (PL), Monica Benicio (PSOL), Lindbergh Farias (PT), Willian Siri (PSOL), Rocal (PSD), Welignton Dias (PDT) e Prof. Célio Lupparelli (DEM).


LEIA TAMBÉM:

Cedae assina contrato para obras da ETA Novo Guandu

Aeroporto de Maricá inicia transporte “offshore”

ODS 2: a luta da ONU e de Betinho contra o planeta fome

 


/