BRT Transbrasil terá integração com VLT no Gasômetro | Diário do Porto


Infraestrutura

BRT Transbrasil terá integração com VLT no Gasômetro

Obra retoma o projeto inicial. Novidade será a integração com VLT em terminal que será construído no Gasômetro de São Cristóvão

24 de agosto de 2021

Estação do VLT carioca no Centro do Rio (Foto: Divulgação)

Compartilhe essa notícia:


A Prefeitura do Rio anunciou hoje a retomada das obras do BRT Transbrasil. A grande novidade será a expansão do VLT até São Cristóvão, onde será construído, no antigo Gasômetro, o Terminal Intermodal Gentileza. Ali, os passageiros poderão embarcar em ônibus e no Veículo Leve sobre Trilhos para circular no Centro do Rio e chegar à Central do Brasil, Praça XV e Aeroporto Santos Dumont.  O BRT Transbrasil tem demanda estimada em 150 mil pessoas, podendo chegar a 250 mil pessoas transportadas diariamente.

– Vamos concluir agora essa obra que é muito impactante para a cidade. A quantidade de ônibus que chega da Baixada Fluminense ao Centro do Rio é uma loucura. A gente precisa integrar tudo nos terminais do BRT. O trabalhador não precisa pagar outra passagem, chega aqui com conforto, integra com o VLT e vai trabalhar. Temos três corredores já implantados. Agora é terminar essa obra e colocar para funcionar – afirmou o prefeito Eduardo Paes.

Na nova fase das obras, a Prefeitura optou por retomar o projeto inicial com as quatro estações que haviam sido retiradas da versão anterior. São elas: Guadalupe, Barros Filho, Coelho Neto e Irajá. No total, serão 18 estações e mais 22 intervenções como viadutos e alargamentos de pistas. A nova Transbrasil contará ainda com três terminais: Margaridas, Missões e Deodoro. Esta última terá duas plataformas superiores de BRT e aumento da capacidade de vagas para as linhas de ônibus alimentadoras.


LEIA TAMBÉM:

Fecomércio RJ une governos e empresários pelo Rio

Firjan exige que Galeão não seja prejudicado

Economistas propõem mais impostos para os mais ricos


Obras do BRT Transbrasil serão retomadas com projeto original (Foto: Divulgação)

BRT e VLT criarão dois mil novos empregos

A retomada da obra também vai gerar empregos diretos e indiretos. No ápice dos trabalhos, previsto para janeiro de 2022, cerca de duas mil operários serão contratados.

O BRT Transbrasil e o Terminal Gentileza vão integrar os transportes públicos, trazendo melhorias ao sistema de transporte coletivo na cidade com a previsão de todo sistema integrado em funcionamento em dezembro de 2023. Para concluir a obra do BRT Transbrasil, serão investidos R$ 1,89 bilhão. Destes, R$ 361 milhões serão financiados pelo Governo Federal. O restante será feito com recursos próprios.

VLT faz homenagem à Profeta Gentileza

O novo terminal será o ponto de chegada do BRT à região central da cidade no antigo terreno do Gasômetro de São Cristóvão. Nomeado em homenagem ao Profeta Gentileza, Sem Teto que ficou famoso por espalhar mensagens poéticas pelas ruas da cidade, o terminal integrará o sistema do BRT Transbrasil, linhas municipais alimentadoras e o Veículo Leve Sobre Trilhos (VLT) – que será estendido em cerca de 700 metros a partir da Rodoviária Novo Rio. O início das obras está previsto para dezembro deste ano.


/