Brasil Mais vai alavancar pequenas empresas | Diário do Porto


Empresas

Brasil Mais vai alavancar pequenas empresas

O programa Brasil Mais atenderá pequenos e médios negócios, dos setores da indústria, comércio e serviços, para aumentar lucro e competitividade

24 de novembro de 2020

Brasil Mais vai capacitar pequenas e médias empresas, por meio do Sebrae e Senai (foto: Agência Brasil / Marcelo Camargo)

Compartilhe essa notícia:


Empreendedores já podem fazer sua inscrição no Programa Brasil Mais, que tem o objetivo de aumentar a produtividade, a competitividade e o lucro dos pequenos negócios. Podem se candidatar pequenos negócios e empresas de médio porte, dos setores da indústria, comércio e serviços.

A iniciativa da Secretaria Especial de Produtividade, Emprego e Competitividade, do Ministério da Economia, em parceria com o Sebrae, Senai e ABDI oferecerá apoio técnico e consultorias para as empresas até dezembro de 2022. No Rio de Janeiro, o projeto terá início em fevereiro de 2021 e a meta do programa é atender 3.150 micro e pequenas empresas na cidade até o final de 2022.

Durante a iniciativa, o empreendedor terá acesso a novas metodologias com foco na promoção de melhorias rápidas, de baixo custo e de alto impacto, de acompanhamento contínuo e consultorias especializadas.

“O programa se baseia em quatro pilares: problema, solução, implantação e avaliação. Até o final de 2022, o Sebrae atenderá mais de 3.000 empresas no Estado, promovendo o aperfeiçoamento personalizado das habilidades e práticas gerenciais dos pequenos negócios. Oferecemos todo o suporte para que essas empresas consigam aumentar sua produtividade em no mínimo 10%”, reforça Mariangela Rosseto, coordenadora do Comércio e Serviços do Sebrae Rio.

Brasil Mais no Sebrae ou Senai

Ao se cadastrar no Programa Brasil Mais, a empresa escolhe em qual dos eixos tem interesse em ser atendida, responde um questionário de autodiagnóstico para avaliar o seu grau de maturidade de produção ou gestão e é encaminhada para o atendimento por um dos parceiros do programa: Sebrae, responsável pelo eixo gerencial e produtivo dos pequenos negócios voltados para o comércio e serviço, ou Senai, que promoverá a melhoria de processos produtivos em micro, pequenas e médias indústrias.

As empresas terão acompanhamento dos Agentes Locais de Inovação (ALI) do Sebrae, na modalidade de Melhores Práticas Gerenciais, ou de mentores do Senai, na modalidade de Melhores Práticas Produtivas. A empresa pode optar por ter consultorias especializadas adicionais.

A plataforma oferecerá, de forma aberta e gratuita, diversos conteúdos digitais como manuais de melhores práticas produtivas e gerenciais, e-books, podcasts, links para cursos de capacitação, ferramentas para avaliação de maturidade das empresas relacionadas a práticas produtivas, gerenciais e digitais.

Para participar basta se inscrever aqui.


LEIA TAMBÉM:

Porto Maravilha acirra disputa entre Paes e Crivella

Bolsonaro promete, mas edifício A Noite não é vendido

Alerj quer multar petroleira que não comprar produto local