Bradesco negocia compra do Porto Atlântico, da Odebrecht | Diário do Porto


Imóveis

Bradesco negocia compra do Porto Atlântico, da Odebrecht

Com 884 unidades, entre salas, lojas e quartos de hotel, o Porto Atlântico é o maior complexo do Porto Maravilha. Entrada do Bradesco anima o mercado

2 de setembro de 2019

O Porto Atlântico vai sediar o I Fórum de Soluções para o Porto Maravilha (foto DiPo)

Compartilhe essa notícia:


Investidores que realizaram aportes na área do Porto Maravilha acompanham com expectativa positiva as negociações de um dos maiores negócios do Porto Maravilha. O Bradesco deve comprar da OR as unidades ainda não comercializadas do centro empresarial Porto Atlântico. A OR é um empresa do grupo Odebrecht, mas não faz parte do seu processo de recuperação judicial e, por isso, pode vender seus bens sem impedimento.

O Porto Atlântico, no bairro do Santo Cristo, foi lançado em 2016 no contexto de revitalização da região portuária. Na época, a OR divulgou que as 4 torres e o centro comercial do empreendimento tinham um Valor Geral de Vendas (VGV) de R$ 720 milhões.

Atualmente, estimativas do mercado apontam que já foram vendidas quase 85% das unidades do conjunto, mas uma boa parte não foi quitada pelos compradores. É o saldo das unidades não vendidas e das não pagas que estaria sendo assumido pelo Bradesco. Na operação, a OR vai usar o valor que receberá pela venda para abater parte da dívida que assumiu junto ao mesmo banco ao financiar a construção.

Quando foi lançado, o Porto Atlântico tinha a projeção de receber cerca de 10 mil pessoas por dia para trabalhar nas 54 grandes unidades da torre empresarial, nas 330 da torre de salas comerciais, nas 50 lojas do mall e nos 450 quartos das 2 torres de hotéis. Mas quem circula pelo local pode ver que isso está muito longe de ser verdade.

A crise da Odebrecht

Por trás desse cenário, além da recessão econômica, que se intensificou após as Olimpíadas de 2016, está também a crise de credibilidade que se abateu sobre a Odebrecht, depois que a Operação Lava Jato revelou o envolvimento de um grupo de seus executivos com casos de corrupção.


LEIA TAMBÉM:

Firjan entra na briga pelos museus do Porto

Conheça 10 ícones da arquitetura da França no Rio

Os gigantes do Porto: veja as melhores lajes corporativas do Rio


O grupo Odebrecht, que chegou a ter 220 mil funcionários em mais de 20 países em 2014, perdeu mais de 80% de seus postos de trabalho nos últimos anos. Um dos momentos simbólicos dessa história aconteceu em maio passado, quando o grupo concluiu a venda do prédio de sua sede, em São Paulo, e se tornou inquilino dos novos compradores, para diminuir suas dívidas e despesas.

Esse dano na imagem da Odebrecht fez com que outras empresas evitassem realizar negócios com ela, dificultando as locações e vendas no Porto Atlântico e no Novo Cais, outro empreendimento do grupo no bairro do Santo Cristo.

Por isso o mercado vê com bons olhos a venda do Porto Atlântico para o Bradesco, pois a operação teria o dom de liberar os investimentos de terceiros, estimulando a abertura de escritórios e negócios no empreendimento.

Bradesco Seguros transfere sede para região do Porto

Port Corporate Tower, às margens da Baía de Guanabara
Port Corporate Tower: 3 mil funcionários do Bradesco Seguros no Porto

Para os investidores, a possível compra pelo Bradesco é também uma demonstração de confiança na consolidação do Porto Maravilha. Vai estimular novos lançamentos, principalmente residenciais. Estes são vistos como vitais para o futuro da região, na medida em que trarão novos moradores para dar vida ao comércio e à prestação de serviços.

O movimento do Bradesco na direção do acordo com a OR não é um lance isolado. A Bradesco Seguros acabou de ocupar sua nova sede no edifício Port Corporate, que fica nas proximidades do Porto Atlântico, depois da Rodoviária do Rio. Cerca de 3.000 funcionários da maior empresa seguradora do país estão sendo transferidos para o novo endereço, um dos mais modernos da cidade, ao lado do Into (Instituto Nacional de Traumatologia e Ortopedia).