Blitz educativa no Centro chama atenção para acidentes | Diário do Porto


Mobilidade

Blitz educativa no Centro chama atenção para acidentes

Ações promovidas pelo Detran-RJ na Avenida Presidente Vargas e na Biblioteca-Parque marcam Semana Nacional do Trânsito e Dia Mundial Sem Carro

20 de setembro de 2018



Compartilhe essa notícia:


Uma das mais movimentadas avenidas da cidade, a Presidente Vargas, no Centro, recebe esta semana uma série de blitzen educativas em comemoração à Semana Nacional do Trânsito, que vai de 18 a 25 de setembro. Este ano o tema da Semana é “Nós somos o Trânsito”. O Detran e a Lei Seca estão realizando a blitz diariamente durante este período. Além disso, palestras e atividades lúdicas para crianças estão sendo realizadas na Biblioteca Parque, no Centro do Rio (veja foto acima).
Nesta sexta-feira, 21, o ministro das Cidades Alexandre Baldy, o presidente do Detran Leonardo Jacob e o coordenador da Lei Seca, tenente-coronel Marco Andrade participarão de uma blitz educativa para orientar os motoristas sobre a importância da direção defensiva e do respeito às regras na trânsito na redução de acidentes.
Também nesta sexta acontece uma ação lúdica educativa no Estádio do Engenhão, das 9h às 13h. O evento é voltado para crianças e será distribuído material educativo. No sábado (22), Dia Mundial Sem Carro, haverá passeio ciclístico da Praça Saes Pena à Praça Quinze, das 9h às 13h, com distribuição de material educativo. Até o dia 25 serão realizadas palestras “Trânsito seguro, compromisso de todos”, em empresas.

Responsabilidade no trânsito

Nesta quinta-feira, as ações da Semana Nacional de Trânsito incluíram, além das blitzen educativas promovidas pelo Detran-RJ e oficinas na Biblioteca Parque Estadual, palestras sobre responsabilidade no trânsito em empresas. Na quarta-feira (19), uma turma de alunos do Centro Municipal de Referência de Educação de Jovens e Adultos (Creja) participou da palestra “Trânsito Responsável” onde, usando uma linguagem multimídia (vídeo com animações, depoimentos, músicas, etc.).

Na ocasião, são repassadas informações sobre a importância da responsabilidade no trânsito, tanto para futuros motoristas quanto para pedestres e ciclistas. De uma forma dinâmica, os alunos também foram alertados sobre os perigos da combinação entre álcool e direção, e ouviram depoimentos de vítimas de acidentes de trânsito, ou de familiares de pessoas mortas em acidentes automobilísticos.

Os depoimentos sensibilizaram a aluna Shaiane Braz da Silva, de 26 anos, que pretende tirar a Carteira Nacional de Habilitação: “A gente vê que elas tinham um futuro todo pela frente e perderam tudo em um instante. As pessoas têm que respeitar mais o outro, ser mais atentas”.

Outra demonstração apresentada na Biblioteca Parque foi desenvolvida para comprovar que o uso de celular atrapalha a concentração de quem está dirigindo.

O aluno David de Lima Silva Bezerra, de 26, foi convidado a controlar um carrinho com um controle remoto. Depois de algumas manobras, ele teve que também ler a tela do celular, e não conseguiu mais controlar o brinquedo.

“Foi bem complicado manter o foco em duas coisas ao mesmo tempo. Eu não faço isso e realmente essa experiência comprova que usar celular tira a atenção de quem está dirigindo”, avaliou David, que recebeu a Permissão Para Dirigir (PPD) há dois meses e afirmou que sempre segue as regras de segurança no trânsito.

Blitzrn educativas

As equipes do Detran e da Operação Lei Seca voltaram nesta quarta-feira à Avenida Presidente Vargas para mais uma ação de conscientização de motoristas, ciclistas e pedestres sobre necessidade de respeitar as regras e reduzir os acidentes automobilísticos, uma vez que anualmente 60 mil pessoas são mortas no trânsito.

As equipes abordaram pessoas que insistem em se arriscar atravessando a avenida em qualquer ponto, sem passar pela faixa de pedestres. Também foram abordados 300 motoristas, que receberam material educativo e foram orientados sobre cuidados como a importância do cinto de segurança e de evitar a combinação entre direção e álcool.

O engenheiro Eduardo Bitencourt de Figueiredo, de 43, ficou satisfeito com a abordagem: “Falta muita educação no trânsito. As pessoas não sinalizam manobras, param sobre as faixas de pedestres. Elas aprendem isso tudo na autoescola mas não usam mais o que aprenderam nas ruas. Faz bem parar a pessoa por dois, três minutos, para que ela possa fazer um trânsito melhor”.

Biblioteca Parque Estadual

Entre 18 e 25 de setembro, das 10h às 17h

Palestras, vídeos educativos, oficinas para crianças, jovens e adolescentes, jogo interativo sobre o risco da combinação entre celular e direção, exposição sobre a história do trânsito e sua evolução, painel interativo, distribuição de material educativo.

Dias 24 e 25 de setembro

Seminário “Nós somos o trânsito — um transito melhor no futuro”, das 10h às 16h30.

Blitzes educativas

Entre 18 a 25 de setembro, em diferentes pontos da capital. A ação é em parceria com a Operação Lei Seca e terá distribuição de material educativo.

Dia 21 de setembro:

Ação lúdica educativa no Engenhão, das 9h às 13h. O evento é voltado para crianças e será distribuído material educativo.

Dia Mundial sem Carro (22 de setembro)

Passeio ciclístico da Praça Saes Peña à Praça Quinze, das 9h às 13h, com distribuição de material educativo.

Dias 20 e 25 de setembro

Palestras “Trânsito seguro, compromisso de todos”, em empresas.

Fonte: Detran/RJ


/