Biblioteca comunitária é inaugurada no Morro da Providência | Diário do Porto

Inovação Social

Biblioteca comunitária é inaugurada no Morro da Providência

A biblioteca homenageia a porta-bandeira Dodô da Portela, que morou no Morro da Providência. Espaço quer incentivar os moradores a terem o hábito da leitura

18 de junho de 2021


Para tirar o projeto do papel , o professor Flávio Ribeiro iniciou uma campanha para arrecadar recursos e livros nas redes sociais (Fotos: Divulgação)


Compartilhe essa notícia:


A Biblioteca Comunitária Dodô da Portela foi inaugurada este mês com a mais nobre das missões no Morro da Providência: estimular entre os moradores o hábito da leitura. Situada na Ladeira do Barroso40, o espaço está fazendo sucesso. O horário de funcionamento é de terça a sexta, das 9h às 12h, e aos sábados e domingos, das 14h às 20h.

A construção do espaço de leitura foi idealizado pelo professor Flávio Ribeiro, de 43 anos, que ensina gratuitamente capoeira, boxe, MMA e luta livre para mais de 200 crianças na comunidade. Após campanha na internet, a Biblioteca Parque Estadual enviou 500 exemplares de seu acervo. Um sebo de Botafogo, na Zona Sul, mandou mais 500, e vizinha Casa Porto também encaminhou uma boa quantidade de livros, sem contar as doações avulsas em dinheiro para reforma.

 

Biblioteca comunitária “Dodô da Portela”

Nas estantes há um acervo com obras que marcaram a literatura nacional, ao lado de clássicos mundiais, que há anos fazem parte da formação de crianças e jovens.

“As pessoas na comunidade têm o hábito de ler, mas às vezes é caro. Há livros que custam R$ 50, R$ 100. Todo mundo tem vontade de comprar um, só que muitas vezes é o valor de um botijão de gás, de uma comida para a casa. Mas ninguém para de ler por isso. A biblioteca vai reaproximar as pessoas da cultura, do conhecimento”, afirmou Flávio.

 

Crianças são os principais frequentadores do novo espaço

 

 


LEIA TAMBÉM

O mistério dos jarros de barro do Rio

Mercado de imóveis usados cresce 106,65% no Rio

Saiba como será feita pesquisa da Covid em Paquetá


Homenagem a Dodô da Portela

O espaço de nome Dodô da Portela, porta-bandeira pioneira da escola de samba de Madureira, é uma homenagem à memória da ilustre moradora da comunidade, morta em 2015, aos 95 anos.

A biblioteca é o começou de um sonho ainda maior. Flávio quer construir o Centro Cultural Dodô da Portela, contando a trajetória de vida e de avenida na casa da antiga porta-bandeira, lugar que hoje mora com dois de seus três filhos.

Morro da Providência
Flávio Ribeiro com duas representantes da Portela na inauguração

Exemplo para os jovens do Morro da Providência

Flávio Ribeiro descobriu o poder da leitura após retomar os estudos, em 2013, para concluir o Ensino Médio. O retorno tardio rendeu bons frutos, e ele ganhou um concurso de redação da Academia Brasileira de Letras (ABL). Atualmente, cursa Direito na Universidade Santa Úrsula. “Então acho que sou um exemplo de como a leitura e o estudo transformam porque, se eu não tivesse voltado a estudar, talvez nem estivesse aqui”, diz Flávio.

Quem quiser ajudar o espaço pode entrar em contato pelo telefone (21) 99481-9042.