Bar Luiz procura investidor para reabrir | Diário do Porto

Empresas

Bar Luiz procura investidor para reabrir

Criado em 1887, o Bar Luiz começou a servir o chope Brahma no ano seguinte. Talvez essa seja a mais antiga parceria entre marcas do mundo

14 de setembro de 2021


Bar Luiz, em foto antes do fechamento, precisa de um sócio para voltar a funcionar (foto: Bar Luiz / Instagram)


Compartilhe essa notícia:


O Bar Luiz, um dos mais antigos bares do Rio e do Brasil, continua fechado, sem previsão para voltar. Rosana Santos, sua proprietária, procura um sócio investidor para fazer a casa reabrir e comemorar 135 anos, em 2022.

Quem conhece a história, logo imagina um sócio natural. O estabelecimento foi fundado em 1887, ainda nos tempos do imperador Dom Pedro 2º. No ano seguinte, foi criada a Brahma que, desde então, passou a ser servida no Bar Luiz.

Rosana diz que já procurou a Ambev, a poderosa multinacional de origem brasileira que controla a Brahma e dezenas de outras marcas em vários países. Porém, segundo ela, apesar da parceria mais que centenária entre as marcas, não houve interesse por parte do marketing da companhia.

Mas a negativa não tirou o ânimo de Rosana, que faz parte dos sucessores familiares que dirigem o negócio desde sua fundação. Ela acredita que a nova gestão da Prefeitura vai devolver o movimento de pessoas ao Centro da cidade e reanimar a rua da Carioca, onde fica o Bar Luiz. Isso deve estimular investidores e patrocinadores a cuidar de um bar que é uma instituição cultural da cidade.

“Nosso público tradicional vai voltar”, afirma a proprietária, que já sentia os reflexos negativos da crise econômica e do esvaziamento da área central do Rio mesmo antes da Covid-19. “Quando a pandemia chegou, funcionávamos com 20 funcionários. Quando tive que fechar, um ano depois, em março passado, éramos 5. Houve dias em que atendemos a um só cliente, e o bar fechava às 16h. Mas eu tenho fé que o Rio e o Centro vão reviver”, diz ela, fazendo referência ao projeto Reviver Centro, prometido pela Prefeitura.

Bar Luiz foi criado por um brasileiro, filho de suíços

O criador do bar foi Jacob Wendling, filho de suíços nascido em Petrópolis, e o estabelecimento ficava originalmente na rua da Assembleia, também no Centro. O local nasceu com o nome de Zum Schlauch (“A Mangueira” ou “A Serpentina”, em alemão), referência ao sistema usado para servir o chope.

Em adequação ao clima quente da então Capital do Brasil, o chope era servido bem gelado e, para clientes de paladar sensível, havia a opção de usar um esquentador, objeto de metal preenchido com água quente que se pendurava na parte interna do copo.

Em 1927 o bar se mudou para o endereço atual, um prédio em estilo art déco. O primeiro contrato de aluguel foi firmado pela própria Brahma, que cedeu o imóvel ao bar. O nome Bar Luiz só foi adotado durante a Segunda Guerra Mundial, mas essa já é outra história.


LEIA TAMBÉM:

Moinho Fluminense planeja cuidar da Praça da Harmonia

Nova Alerj reanima comércio do Centro

Emprega Porto liga empresas à mão de obra da região