Armazém da Utopia encara a fome em 'Morte e Vida Severina' | Diário do Porto


Teatro

Armazém da Utopia encara a fome em ‘Morte e Vida Severina’

Com 26 artistas, Companhia Ensaio Aberto resgasta o clássico Morte e Vida Severina em um momento em que a fome volta a assombrar o Brasil

6 de maio de 2022

Companhia Ensaio Aberto leva Morte e Vida Severina ao Porto (Divulgação)

Compartilhe essa notícia:


Um clássico do genial poeta e dramaturgo João Cabral de Melo Neto desembarca no Porto Maravilha. A Companhia Ensaio Aberto terá 22 atores e 4 músicos na montagem de Morte e Vida Severina, no Armazém da Utopia, de 6 de maio a 6 de junho.

Um dos poemas mais festejados da Literatura Brasileira tem linguagem popular, objetiva e concreta, mas grande rigor estético. Conta uma parte da história da humanidade em trânsito, através da realidade da miséria do Nordeste.

“O poeta ou outro escritor qualquer, de um país subdesenvolvido como o Brasil, não pode desprezar a realidade dolorosa que o cerca”, escreveu João Cabral de Melo Neto. As “manchas negras” da fome, como documentou Josué de Castro há mais de 75 anos, voltaram a se alastrar pelo país, que voltou ao Mapa da Fome em 2018 e, em 2020, registrou 55,2% da população em situação de insegurança alimentar.

 


LEIA TAMBÉM:

Palácio Pedro Ernesto é o1º prédio público Lixo Zero do Brasil
Dolores Club: a nova casa de jazz e bossa nova do Rio
Teatro II do CCBB faz “Viagem ao Centro da Terra”

 

Para o diretor do espetáculo, Luiz Fernando Lobo, os artistas não podem desprezar a realidade dolorosa que os cerca, e por isso foi criada Morte e Vida Severina. As perspectivas não são as mesmas de mais de meio século atrás, mas, segundo ele, “os Severinos hoje estão em toda parte, em todos os continentes, em todas as grandes cidades, em cada monturo de lixo”.

“Mas, se somos muitos Severinos, iguais em tudo na vida, se o sangue que usamos continua com pouca tinta, se continuamos a morrer de velhice antes dos trinta, de emboscada antes dos vinte e de fome um pouco por dia, se continua sendo difícil defender só com palavras a vida, hoje, e cada vez mais, sabemos que muita diferença faz entre lutar com as mãos ou abandoná-las para trás”, diz o diretor.

Com músicas de Chico Buarque, direção musical de Itamar Assiere, cenografia de J.C.Serroni, luz de Cesar de Ramires e figurinos de Beth Filipecki e Renaldo Machado, o espetáculo conta com um coletivo de 22 atores e atrizes e 4 músicos em cena.

Companhia Ensaio Aberto

A Companhia Ensaio Aberto nasceu em 1992 com a proposta de retomar o teatro épico no Brasil e fazer dos palcos uma arena de discussão da realidade, resgatando sua vocação crítica e política. Desde que foi fundada pelo diretor Luiz Fernando Lobo e pela atriz Tuca Moraes, a Ensaio Aberto explora a ideia do ensaio como experimento e busca romper a ilusão do teatro, questionando e reinventando a relação palco-plateia.

A montagem “O Cemitério dos Vivos” (1993) inaugurou a Companhia, que já realizou 27 espetáculos, incluindo edições de peças consagradas como “Missa dos Quilombos”, que tornou-se um símbolo do trabalho do grupo após mais de uma década em cartaz. Já em 2019, os últimos trabalhos do coletivo foram A Mandrágora, de Maquiavel, e Luz nas Trevas, de Bertolt Brecht.

Serviço:

Morte e Vida Severina

Armazém da Utopia

Armazém 6, Gamboa

Tel. 2516-4893 / 98909-2402 (WhatsApp)

VLT: Parada Utopia/ AquaRio

O Armazém da Utopia conta com rampas para acesso e banheiro adaptado, propiciando condições de acessibilidade para idosos, pessoas com deficiência e com mobilidade reduzida. Também teremos intérprete de libras em uma das apresentações.

GRATUITO

Para agendamento de grupos (escolas, projetos sociais, associações, etc.) entre em contato através do WhatsApp (21) 98909-2402.

Retirada de ingressos individuais:

www.sympla.com.br/armazemdautopia

Temporada

Estreia 6 de maio

Sextas, sábados, domingos e segundas | 20h

Temporada de 6 de maio a 6 de junho

Abertura da casa 1h antes do início do espetáculo

Classificação indicativa: livre

Capacidade: 256 lugares

Duração: 80 minutos