ArcelorMittal investirá R$ 1,3 bi em planta em Barra Mansa | Diário do Porto


Indústria

ArcelorMittal investirá R$ 1,3 bi em planta em Barra Mansa

Ampliação da planta da siderúrgica ArcelorMittal em Barra Mansa permitirá que a unidade produza 400 mil toneladas de aço por ano

10 de fevereiro de 2022

Fábrica da ArcelorMittal em Barra Mansa receberá investimento de R$ 1,3 bilhão (divulgação/Governo do RJ)

Compartilhe essa notícia:


A ArcelorMittal anunciou nesta quinta-feira que irá investir US$ 250 milhões (cerca de R$ 1,3 bilhão) em sua usina de Barra Mansa, no Sul Fluminense. Os recursos serão utilizados na construção de uma unidade de laminação de aços longos, com capacidade de produção anual de 400 mil toneladas, buscando o crescimento da demanda de produtos siderúrgicos no País. A previsão é que o projeto seja concluído no primeiro trimestre de 2024.

“Os investimentos anunciados demonstram a confiança da ArcelorMittal em nosso estado e confirmam a percepção de que o Rio de Janeiro tem hoje previsibilidade, segurança jurídica e um dos melhores ambientes de negócios do mundo.  A produção de aço estimula diversos segmentos e impulsiona o crescimento econômico, gerando milhares de empregos diretos e indiretos”, afirma o governador Cláudio Castro.

Vinícius Farah, secretário de Desenvolvimento Econômico, Energia e Relações Internacionais, afirma que o Estado está retomando seu protagonismo no setor industrial do País. “ O estado voltou a ser um vetor de crescimento da indústria nacional. Os investimentos da ArcelorMittal tornarão o Rio uma referência mundial no setor de produção de aços de alta qualidade, que serão fornecidos para grandes  indústrias como a automobilística, de eletrodomésticos, embalagens, construção civil e naval”, disse.

Para Jefferson De Paula, presidente da ArcelorMittal Brasil e CEO Aços Longos LATAM e Mineração Brasil, o aporte acompanha o crescimento de mercado da empresa e amplia o portfólio de produtos e soluções em aço para clientes da indústria e da construção civil

“Os novos investimentos reafirmam nosso compromisso com o Estado do Rio de Janeiro. A expansão da capacidade de produção da aciaria e da laminação irá gerar empregos e desenvolvimento socioeconômico nos municípios da região”, afirma De Paula.


LEIA TAMBÉM:

Senado aprova projeto que facilita conversão de imóveis

Galeão será licitado com Santos Dumont em 2023

Cais da Gamboa passará por primeira obra desde 1910


/