Economia

Antonio Queiroz quer fortalecer o comércio do centro do Rio

Presidente da Fecomércio RJ, Antonio Queiroz, foi homenageado pelo Clube Empreendedor. Ele afirmou que levará propostas para os candidatos a prefeito

4 de março de 2020
Os presidentes da Fecomércio RJ, Antonio Queiroz, e do Clube Empreendedor, Luís Cláudio Souza Leão (foto: Clube Empreendedor)

Compartilhe essa notícia:


O presidente da Fecomércio RJ (Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Estado do Rio de Janeiro), Antonio Florencio de Queiroz Junior, afirmou que a entidade tem planos para a revitalização do comércio no centro da cidade do Rio e vai apresentar propostas aos candidatos à Prefeitura e à Câmara Municipal.

Queiroz deu as declarações após reunião em que foi homenageado no Clube Empreendedor nessa quarta-feira, 4 de março. Cerca de 100 empresários e empreendedores estiveram presentes na sede do clube, no bairro do Santo Cristo, no Porto Maravilha.

Segundo o presidente da Fecomércio RJ, as eleições municipais são tão importantes quanto as dos governos em nível federal ou estadual. “Uma lei aprovada no Congresso Nacional pode levar mais de um ano para ter efeito em nossas cidades. Uma decisão dos vereadores ou do prefeito tem efeito imediato, causa impacto quase que no mesmo dia na vida das pessoas”, disse Queiroz.

O presidente do Clube Empreendedor, Luís Claudio Souza Leão, enfatizou que a homenagem a Queiroz era a primeira realizada pela instituição. “O Estado do Rio necessita de novas lideranças, novas propostas que possam apontar caminhos para o desenvolvimento de nossas potencialidade. E o presidente da Fecomércio está demonstrando que isso é possível”, afirmou Luís Cláudio.

Queiroz destacou no evento o papel da educação como principal elemento para a solução dos problemas que afligem a sociedade e citou programas do Senac que promovem a qualificação profissional, principalmente de jovens.


LEIA MAIS:

Audiência pública discutirá se autódromo pode derrubar floresta

Edifício A Noite não tem data para leilão e segue abandonado

Rio cria Delegacia especializada contra maus-tratos a animais


Outra iniciativa do sistema Fecomércio RJ que Queiroz enfocou é o Mesa Brasil, que no ano  passado distribuiu cerca de 5 mil toneladas de alimentos para entidades assistenciais cadastradas. Os alimentos têm origem em doações do comércio, partindo de lojas e estabelecimentos filiados à federação.

Depois do sucesso dessa iniciativa, Queiroz revelou que a Fecomércio RJ prepara agora o Mesa do Campo, em que serão comprados alimentos de produtores rurais que tenham boa qualidade, mas não estejam no padrão para venda no comércio. “Temos muito desperdício de alimentos. Vamos fazer essa ponte entre o produtor e quem precisa”.

A homenagem a Queiroz contou também com uma apresentação sobre a situação econômica do Rio, realizada pelo diretor do Instituto Fecomércio de Pesquisas e Análises, João Gomes. Ele destacou os desafios fiscais e as potencialidades para o desenvolvimento do Estado.

Antonio Queiroz foi o principal palestrante do painel que encerrou o 1º Fórum de Soluções para o Porto Maravilha, realizado em dezembro passado pelo Clube Empreendedor e DIÁRIO DO PORTO. Na ocasião, ele  foi enfático sobre a necessidade urgente de se tomar medidas que beneficiem as comunidades da Região Portuária, por meio de obras de urbanização. “Não existe a possibilidade de diferenças sociais tão gritantes conviverem harmoniosamente no mesmo espaço. Se não fizermos um trabalho para todos os moradores, vamos repetir no Porto o erro que já ocorreu nas outras áreas da cidade”, afirmou.